Intenção de consumo recua novamente

0
2



Após recuar 3,8% em maio, a Intenção de Consumo das Famílias, ICF, volta a apresentar queda. Em junho, o indicador aferido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, FecomercioSP, no município de São Paulo, assinala retração de 0,6% frente a maio, ao passar de 139,8 pontos para 138,9 pontos, em uma escala que varia de 0 a 200 pontos e demonstra otimismo quando acima dos 100 pontos. Em comparação a igual período de 2011, o índice registra alta de 1%.

 

O resultado de junho foi pressionado, sobretudo, pela queda de 5,2% do item Perspectiva de Consumo. Outra categoria que apresentou redução considerável foi a Renda Atual com 3,0%. As demais variações negativas foram sinalizadas por Acesso ao Crédito (-1,7%) e Perspectiva Profissional (-0,1%). Apesar de apresentar a segunda retração consecutiva, o ICF permanece em patamar elevado de satisfação. Os destaques positivos que contrabalancearam o indicador foram as altas de Momento para Duráveis (4,7%) e Emprego Atual (1,2%).

 

Segundo a Assessoria Técnica da FecomercioSP, o resultado do ICF em junho mostra que, apesar de os indicadores de emprego, renda e crédito apresentarem resultados positivos, é importante que o governo continue a garantir o ritmo de crescimento da atividade econômica. Desta forma, as famílias devem voltar a aumentar a propensão ao consumo quando houver maior percepção da segurança de sua renda e do emprego.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFALANDO EM EDUCAÇÃO
Próximo artigoCallix cria central de suporte