Internet registra deflação de 2,52%

0
1



Neste mês de julho, comprar pela Internet ficou mais barato. Isto é o que aponta o índice e-Flation, desenvolvido pelo Provar – Programa de Administração do Varejo, da FIA (Fundação Instituto de Administração), em parceria com a Canal Varejo – Consultoria: Mercado de Bens e Serviços, para monitorar a precificação de produtos consumidos de maneira on-line. Segundo os dados apurados, os preços do comércio eletrônico sofreram deflação de 2,52%, maior queda de preços registrada desde o último mês de março. Segundo o professor Claudio Felisoni de Angelo, coordenador geral do Provar/FIA, nos últimos sete meses o índice contabiliza 3,34% de inflação.


A principal queda do período foi registrada pela categoria “Telefonia”, com deflação de 5,84%, seguido pela categoria “Eletroeletrônico”, que registra sua maior queda de preços do ano, com 5,16% de deflação. De acordo com o levantamento, sofreram deflação ainda as categorias “Linha Branca” (2,37%), “Perfumaria” (2,25%), “Viagem e Turismo” (1,74%), “Informática” (1,13%) e “Produtos para Casa”, com 0,01%. Por outro lado, observa-se inflação para as categorias “Brinquedos” (0,45%), “Livros” (3,33%) e “CDs e DVDs” (5,37%), que apresenta sua maior alta do ano. A cesta composta apenas por “Automóveis” continua com seus preços em alta, registrado inflação de 0,23% no período.