IT Mídia divulga pesquisa com CIOs

0
2

O estudo desenvolvido pela divisão de pesquisas do grupo IT Mídia, com o objetivo de entender como são estruturadas as áreas de tecnologia da informação dentro das empresas e quais são os movimentos prioritários para os CIOs (Chief Information Officers) no segundo semestre de 2002. A pesquisa foi realizada no IT Forum 2002 – evento realizado em maio deste ano, reunindo as maiores corporações do País, com os maiores orçamentos de TI no seu segmento de atuação.

A análise envolvendo 123 CIOs mostra que as corporações sofrem com a falta de profissionais com horizontes amplos e queixas sobre a pouca comunicação entre profissionais de TI e outros departamentos.
A falta de conhecimento à cerca do negócio da empresa por parte dos profissionais é de 32%, empatando com a carência do relacionamento interdepartamental. A falta de conhecimento técnico foi apontada com 16% de respostas seguida por pouco ou nenhum relacionamento com o fornecedor, queixa de 7% dos CIOs.

De acordo com o estudo o tipo de profissional que as empresas buscam no mercado é um misto de técnico com especialista em negócios. O conhecimento e o relacionamento interdepartamental é fundamental uma vez que todas as aplicações são baseadas em regras de negócios. Embora os técnicos certificados sejam procurados pela maioria das companhias, com 63% das repostas, o analista de negócios já é o alvo de 42% das empresas como o tipo de profissional mais procurado para se compor uma equipe de TI. Analistas de sistemas são o foco de 20% das empresas, seguidos pelo administrador de rede, com 9% de respostas a favor. Outra constante preocupação quando o assunto é o profissional de TI é a questão do treinamento, apontada por 90% das empresas apenas 10% delas não pratica nenhum tipo de investimento no treinamento de seus profissionais. Os especialistas afirmam que, em média, as empresas costumam investir 6,7% do orçamento de TI em treinamento, dos quais 3,9% são direcionados ao treinamento técnico, e, 2,8%, ao gerencial. De acordo com a avaliação, dos 90% de empresas que investem em treinamento, 70% do valor é aplicado em treinamento técnico, ao passo que outra parcela diz investir 50% em treinamento gerencial.

O estudo procurou saber, ainda, quais as certificações mais procuradas pelas empresas. Entre as cinco mais pedidas, 13% de respostas apontam para aplicativos Oracle. As ferramentas de Business Intelligence obtiveram segundo lugar, com 11% de menções, empatando com conhecimentos em firewall/IDS. Em terceiro lugar ficou a certificação em Windows 2000, com 10% de menções; seguida por Java, empatado com telecomunicações, com 9% de menções, e, em quinto lugar, certificação em plataforma .NET. O item que analisou a estruturação departamental, apontou que 94% das empresas possuem uma área específica para a telecomunicações. Deste total, 81% optam por centralizar os departamentos de TI e telecom numa único setor.