Itaú adota norma voltada à sustentabilidade

0
3
O Banco Itaú acaba de consolidar o projeto de implantação da norma AA1000, padrão internacional de gestão de ética e responsabilidade socioambiental. Para isso, contou com a consultoria da Quality Way, especializada em desenvolvimento e implantação de sistemas de gestão, implementação de projetos de produtividade, prêmios de excelência e trabalhos ligados à estratégia corporativa. Foi encerrado o primeiro ciclo do projeto, que culmina com a edição, agora em março, do Balanço Social Itaú 2006 – já auditado segundo os requisitos da norma por uma organização externa, a BSD (Business Meets Social Development).
Lançada em novembro de 1999 pelo Institute of Social and Ethical Accountability (ISEA), a AA1000 pode ser vista como uma ‘norma de relacionamentos’, já que no eixo central dos processos que ela define está o engajamento da organização com seus stakeholders, ou seja, as partes interessadas: funcionários, clientes, fornecedores, comunidades, governo, representantes do meio ambiente e acionistas, entre outras.
Ao implantar a AA1000, a organização é levada a identificar todos os públicos que têm interesse legítimo em suas atividades – e a priorizar, junto aos mesmos, as questões relevantes para cada um deles. Por meio de diálogos estruturados, estes temas são discutidos e encaminhados. Em seguida, metas e planos de ação são estabelecidos pela organização.
“Quando opta pelas melhores práticas do processo de sustentabilidade, a companhia ganha em credibilidade e em produtividade. Ao adotar a norma AA1000, a empresa demonstra transparência nas suas relações. E faz da prestação de contas um valioso instrumento de gestão”, afirma Julio Moreira Coelho, sócio-diretor da Quality Way.