Jovens brasileiros e o mundo mobile

0
1
Os resultados do estudo chamado “Jovem Mobile.BR”, realizado pela E.life a pedido da Pagtel, serão apresentados em evento no próximo dia 4 de outubro, em São Paulo. O levantamento mostra a relação do jovem brasileiro com os dispositivos móveis, (smartphones, tablets e notebooks), bem como a adesão desse público ao m-commerce, ao consumo de mídia mobile e ao mobile payment. 
Realizado entre os meses de maio e junho deste ano, com cerca de 530 jovens brasileiros das classes A, B e C, o “Jovem Mobile.BR” mostra que 95,6% dos participantes já possuem smartphones e 51,7% têm seus próprios tablets. Além disso, 48,7% dos jovens já concretizaram uma transação financeira por  meio de tablet e 27,4% por celular. Mesmo assim, o notebook ainda é a ferramente mais utilizada entre os entrevistados.
Os principais entraves apontados para a realização de uma compra pelo celular foram os sites que se desconfiguram quando acessados por dispositivos móveis, segundo 38% das pessoas, e, em segundo lugar a insegurança com 25%. Ainda referente ao estudo, na opinião de 75% dos entrevistados, as compras por celular e tablet farão parte do dia a dia das pessoas no futuro.
Todos esses dados serão abordados durante o workshop “Jovens Brasileiros e o Mundo Mobile”, a ser realizado no dia 04 de outubro, às 8h30, na sede da E.life, aberto aos interessados. O workshop será apresentado por Thaís Bento, analista de mercado na E.Life Market Research, e por Felipe Lessa, diretor de marketing e comunicação da Pagtel.
A E.life, através da sua unidade de desenvolvimento de aplicações móveis, Mobi.life, acredita que a adesão do consumidor aos smartphones e tablets irá alterar o cenário de negócios, exigindo das empresas novos investimentos em mobile marketing. “O cenário apresenta a oportunidade de um mercado novinho em folha para ser desbravado e construído, mas também o desafio enorme de criar e desenvolver produtos e serviços que sejam centrados nesse consumidor”, afirma Alessandro Barbosa Lima, CEO da E.life.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQue vença o melhor!
Próximo artigoPor um atendimento mais assertivo