Mais que experiência, brand comunicação

0
1
Quando uma empresa escolhe realizar uma ação de brand experience, ela espera trazer ao cliente mais do que uma experiência positiva, um momento que tenha sensações, sentimentos e comportamentos, que estimulam as pessoas em contato com a marca. “Este contato pode acontecer tanto de forma física por meio de peças gráficas, embalagens, materiais de ponto de venda, espaços e eventos, quanto no site da marca, nas redes sociais e na publicidade”, explica Daniela Lompa Nunes, sócia-diretora de planejamento e branding da CDA Branding & Design.
Junto à chance de conseguir conquistar e fidelizar esse cliente, a marca ainda tem a chance de aproximar-se dele por meio de diversos pontos de contato, a fim de que o consumidor perceba a diferenciação, consistência e coerência na proposta de valor da marca. “Vivemos tempos em que as mudanças são constantes e rápidas, pessoas estão extremamente conectadas e as informações, tanto positivas quanto negativas sobre as marcas, estão visíveis a todos. Desenvolver um sistema rico de significado e que se traduza em experiências positivas entre a marca e os consumidores é fundamental nestes tempos”, completa Daniela. Para que a experiência traga um significado à vida da pessoa, é necessário um engajamento por parte da marca e maior conexão com o público, o resultado alcançado, então, será um relacionamento de longo prazo, transformado em fidelidade e promoção espontânea.
Relação esta que a cada dia vem sendo mais procurada pelas empresas, uma vez que os clientes, que estão mais conectados, sabem mais sobre elas e, principalmente, quando dizem verdades ou mentiras. “Atualmente, eles podem questioná-las, não são mais ouvintes passivos. Eles agora têm o poder de interagir e conversar com as empresas, dar sua opinião, criticar, elogiar”, afirma a executiva. Como o mercado está cheio e também há uma saturação de mensagens e publicidades, os consumidores acabam se sentindo atraídos por aquelas marcas que vão além da comunicação e façam uma conexão emocional. “E é neste ponto que o conceito de brand experience se torna fundamental. É este projeto integrado que tem condições de materializar tudo o que a marca tem para dizer e mostrar, podendo assim gerar percepções e impacto positivo nas pessoas.”
Para o cliente, o benefício é de poder conhecer a empresa com maior clareza e visibilidade, fatores que ajudarão na decisão da marca ao invés de outra. “Quando uma empresa propicia experiências interessantes, marcantes e consistentes ao longo do tempo, cria conexão das pessoas com a marca”. Já a empresa colhe o fruto de ter um público fiel e defensor, que é muitas vezes melhor do qualquer ação de marketing.
Para quem não se preocupa com o brand experience, pois não tem interesse ou prefere outras estratégias, há o risco de não estar atento às mudanças e, assim, tornar-se obsoleto. “Cada vez mais o público valoriza o relacionamento e as empresas que não estiverem abertas ao diálogo serão desconsideradas”, pontua. Ou seja, mais do que oferecer um experiência, é a chance de aumentar a conexão e comunicação com o cliente. É por esta razão que esta estratégia serve para qualquer empresa. “Partindo do princípio que todos os pontos de contato provocam um tipo de reação e geram uma percepção, é fundamental que as empresas, não importa o porte, pensem neste assunto. Entendam o que têm a dizer e mostrar e transformem este discurso em algo visível e coerente ao longo do tempo. É isto que vai construir sua reputação e manter a marca conectada com as pessoas ao longo do tempo.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPode crescer mais?
Próximo artigoAlmaviva patrocina projeto musical