Marcas próprias devem faturar R$ 8,1 bilhões

0
1


O segmento de marcas próprias deve atingir o faturamento de R$ 8,1 bilhões neste ano. Essa é a expectativa do Comitê Abras de Marcas Próprias (Compro), composto por empresas supermercadistas, atacadistas e fornecedoras de produtos de marca própria e apoiado pela Associação Brasileira de Supermercados. A estimativa inclui um aumento de 1 ponto porcentual nas vendas desses produtos, que atualmente representam 6% do faturamento total do varejo brasileiro, ou seja, R$ 7 bilhões.

“A confiança do consumidor tem aumentado por conta da qualidade e do preço competitivo dos produtos de marca própria e, por conseqüência, cresce o investimento do varejo e da indústria nesse tipo de negócio. Prova disso, são os fabricantes que ´abandonaram´ a produção de itens com sua marca e passaram a dedicar-se exclusivamente ao fornecimento de mercadorias de marcas próprias para o varejo em geral”, afirma o coordenador geral varejo do Compro, Roberto Nascimento.

Apenas no próximo carnaval mais de cem itens sazonais de marca própria devem ser colocados à disposição dos consumidores. Desde carnes e acessórios para churrasco, carvão, bebidas, aperitivos e sorvetes. “O consumidor encontra esses produtos cerca de 20% mais baratos, enquanto o varejo deve aumentar em 30% as vendas nessa época. Depois das festas de fim de ano, o carnaval é um dos melhores períodos para venda de itens para churrasco”, comenta Nascimento.