Marketing e seus novos caminhos

0
7

A importância das redes sociais, o cenário atual do marketing e a questão da privacidade do usuário foram os principais temas em discussão no 6º Fórum de Marketing Empresarial, realizado no dia 15 de agosto, no Hotel Sofitel Jequitimar, em Guarujá (SP). O presidente da Mondelez no Brasil, Cyro Gazola, abriu o evento com a palestra “Estratégias de Marketing local para interagir com um público globalizado”. Ele revelou como uma empresa garante seu espaço em um novo mercado como o Brasil. “Inovação é a chave do jogo”, observou.

Depois da apresentação, um debate liderado por Renato Giarola, diretor-executivo do Grupo Pão de Açúcar, e Amador de Carvalho, CEO da Brown-Forman, também ressaltou a importância da utilização de novos canais com os consumidores, criando uma combinação de comunicação digital e analógica. “O atendimento deve ser cada vez mais focado e otimizado, com adaptações aos diferentes tipos de mercado”, destacou Giarola. Na sequência, Felipe Hillard, diretor de desenvolvimento de negócios da Fjord – Accenture – na Espanha e América Latina, apresentou o tema “Terceira era da internet, redes sociais e o Marketing individualizado”. Liderando uma discussão sobre como as redes sociais podem ser ferramentas úteis para conhecer e se aproximar de cada cliente.

“Há uma mudança clara no modelo de marketing, onde primeiro deve-se criar conscientização, não persuasão. A necessidade de se conectar aos clientes em um nível emocional e comportamental é bastante necessária”, observou Hillard. Essa nova era de marketing digital – a terceira, segundo o executivo – está ligada ao Living Service, que é baseado em uma análise para aproximação com o cliente, considerando emoções, intenções e preferências de cada um para gerar experiências que criem identificação com a marca. Para isso, é necessário conhecê-lo, ajustar as tecnologias disponíveis e torná-las aplicáveis. A combinação desses fatores é a base do Marketing Individualizado.

Para Eco Moliterno, diretor-executivo de criação da África, “a conexão na internet é, agora, diretamente entre pessoas. A comunicação ganha escala, as empresas ganham ‘porta-vozes’, que podem falar bem ou mal de seus produtos”. Roberto Gnypek, VP de marketing do McDonald’s, seguiu a mesma linha de raciocínio, destacando a importância das empresas se adaptarem às tecnologias para não perderem espaço e credibilidade, tendo sempre atenção à questão da privacidade do indivíduo.