O canal para quem respira cliente.

Marketing para as gestantes

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Ainda que não seja marinheira de primeira viagem, quando a mulher engravida inicia um processo de transformação, novas experiências, sensações, expectativas, emoções e outros acontecimentos. O mesmo ocorre quando a família se prepara para a chegada do recém-nascido, qualquer momento é uma novidade. Mais ainda, é um período em que gestante e família se mostram preocupados com qualquer acontecimento, possuem muitas dúvidas e cuidados. Assim, eles geralmente realizam muitas pesquisas, acompanham o que os médicos dizem e, principalmente, ouvem indicações e o que dizem aqueles que já passaram por tal experiência. E foi percebendo como esse momento é único e com muitas curiosidades que a Present-Service, desde 2006, distribui no Brasil kits promocionais para grávidas e mães recentes.
“As gestantes e as famílias recém-constituídas formam um público extremamente interessado e receptivo. Como nessa fase tudo muda e novas necessidades surgem, abrem-se possibilidades de apresentar produtos que possam ajudar nesse primeiro momento, mas também outros que estejam focados na mulher ou família em geral”, afirma o sócio-diretor, Franz Schoenborn. “A emoção é tão grande que tudo o que acontece nessa fase fica gravado na memória desta mãe”. E o objetivo, além de poder fornecer material de apoio, é justamente a chance de poder marcar lembranças dos clientes.  
Presente em sete países, o executivo ainda explica que o mercado brasileiro é diferente dos outros que a empresa opera, isso porque há um fator de classe social mais expressivo, por conta da distribuição do público, que se assemelha à pirâmide socioeconômica da população do país. “As diferenças pelas taxas de fecundidade entre as diferentes classes sociais têm diminuído no decorrer das últimas décadas. Falando especificamente das nossas mídias, atendemos desde a classe AAA até a C”, adiciona. Entre os dados da empresa, os kits são distribuídos, geralmente, para mulheres com idades entre 26 a 35 anos, com 60%, que estejam na primeira gravidez (56%) e 45% são da classe B.
Entre os trabalhos realizados e distribuídos, fazem parte revistas, vendidas em bancas e distribuídas gratuitamente em consultórios, materiais de TV, até projetos de venda dos kits promocionais. Schoenborn conta que os benefícios ganhos com tal trabalho de marketing vai desde o branding do produto até o incremento real em vendas. “Fizemos em 2014, juntamente com parceiros, diversas pesquisas que comprovam aumentos significativos no recall da marca/produto, uso e próxima compra. As variações podem chegar a incrementos de cerca de 300% nesses indicadores.”
Sem contar que neste projeto, mais do que alcançar um público que se encontra em um momento especial, bem como em oferecer materiais que possam ajudar as mães, a empresa ainda conta a vantagem de que possuindo uma experiência positiva com as clientes, futuramente elas se tornarão divulgadoras da marca para as próximas gestantes. “Além da próxima compra, as mães que receberam os kits têm também uma chance maior de recomendar as marcas nele contidas. Dessa forma, temos resultados diretos e também indiretos, em função da influência desta nova ´promotora´ do produto”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima