Marketing para micro e pequenas empresas

0
1

Quando o assunto é investimento em marketing, a maioria dos pequenos e microempresários pensa logo que deverá desembolsar muito dinheiro do caixa. Deixa de realizar divulgações por acreditar que isso é indicado somente para empresas de grande porte. É possível, porém, investir em projetos de comunicação sem gastar muito dinheiro, atingindo seu público-alvo. É isso que o Senac São Paulo mostrará no ciclo de palestras “Marketing e Divulgação da Pequena Empresa – Como o pequeno e o microempresário podem chegar à mídia”. O evento percorrerá 30 cidades do Estado, com início no dia 17 de junho, em Limeira (SP).

O autor do livro – que leva o mesmo nome do evento, Rivaldo Chinem, comandará as palestras. Ele dará dicas de como as pequenas e microempresas podem investir em marketing, quanto e quando investir, quem ganha com a exposição na mídia, entre outros assuntos. Em seu livro, Chinem enfatiza que toda a empresa deve e pode ter um programa regular de comunicação, adequado ao seu porte e às suas necessidades. “Embora o pequeno empresário conheça seu cliente pelo nome, a concorrência é forte. Dessa forma, ele tem obrigação de investir em marketing. Caso contrário, seu público pode esquecer que ele existe”, afirma.

Em sua obra, Chinem dá exemplos de ações de marketing eficientes para as pequenas e microempresas, assim como o investimento aproximado para algumas delas. “Elaborar e distribuir malas-diretas não é tão caro como possa parecer. Há prestadores de serviços de comunicação de todos os portes e até mesmo profissionais autônomos, que realizam trabalho de bom nível, com preços acessíveis”, relata. Além das divulgações em mala-direta, o autor também mostrará outras ferramentas de marketing durante o ciclo de palestras do Senac, como cartas, folhetos, banners, newsletter e internet.

Informações pelo telefone 0800 883 2000 ou no site: www.sp.senac.br

Calendário das palestras nas unidades do Senac:

Junho 17 – Limeira, 18 – Piracicaba, 28 – Araçatuba, 29 – Votuporanga, 30 – São José do Rio Preto
Julho 1 – Barretos, 2 – Itapetininga, 8 – Presidente Prudente, 20 – Jaú, 21 – Bauru, 22 – Marília
Agosto 10 – Santana (capital), 12 – Jaboticabal, 13 – Bebedouro, 20 – Santos, 24 – Taubaté, 25 – São José dos Campos, 26 – Guaratinguetá, 31 – Botucatu
Setembro 1 – Itapira, 2 – Amparo 3 – Santo Amaro (capital), 8 – Jundiaí, 14 – Ribeirão Preto, 15 – Franca, 16 – São Carlos, 21 – Mogi Guaçu, 22 – Campinas, 23 – Sorocaba
Outubro 6 – Santo André, 7 – Osasco