Matera Systems apresenta solução de DDA

0
2



Com o objetivo de discutir os aspectos de negócio e tecnologia do novo sistema de Débito Direto Autorizado (DDA), a Matera Systems tem mantido, desde 2008, uma série de reuniões com clientes do mercado financeiro. Nesses encontros, além de debates sobre as funções do novo sistema, são abordadas as ações que os bancos terão que tomar internamente durante a preparação para a implantação do DDA.

 

Criado pela Febraban e a CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos), o Débito Direto Autorizado,  permitirá que todos os compromissos de pagamento sejam recebidos eletronicamente, e terá impacto em uma série de processos internos das instituições financeiras. O aspecto mais visível para o público em geral é a eliminação dos bloquetos de papel, para os clientes que optarem por receber as cobranças eletronicamente. O sistema deverá contar, inicialmente, com a participação dos 129 bancos que fazem parte da compensação de cobrança, e entrará em operação no segundo semestre de 2009.

 

O grupo de trabalho formado pela Matera visa alinhar e difundir os conhecimentos sobre o tema, bem como acompanhar os estágios de desenvolvimento do produto da empresa. “A idéia é fazer com que o produto seja o mais aderente possível às expectativas dos clientes”, explica Marcelo Feltrin, diretor de negócios da Matera Systems.

 

Esta é a segunda ocasião em que a empresa prioriza o desenvolvimento com auxílio de um grupo de trabalho formado por clientes, já que o mesmo modelo foi aplicado à estruturação do SPB, Sistema de Pagamentos Brasileiro, em 2008. “Esse modelo já se mostrou vitorioso na ocasião do SPB: permitiu a criação de um produto de grande aceitação pelo mercado, que foi entregue nos prazos estipulados pelo Banco Central. O cenário do DDA é muito parecido. O grupo está muito satisfeito com a solução proposta e o atendimento do cronograma proposto pela CIP “, completa Feltrin.