Máxima Sistemas investe na experiência

0
0
Cada vez mais os novos hábitos do consumidor brasileiro, ávidos por novidades, versatilidade e qualidade, faz com que a indústria, distribuidores e varejistas se unam em prol da melhor experiência de compra ao cliente. Para sustentar este tripé, a Máxima Sistemas desenvolveu tecnologias que agilizam a gestão comercial e logística das empresas da cadeia de abastecimento. “Obter bons resultados de vendas não é preocupação exclusiva do varejo. Hoje, a indústria e seus distribuidores acompanham de perto a chegada dos produtos no ponto de venda e monitoram todas as etapas da cadeia de abastecimento”, explica Wagner Patrus, presidente da Máxima Sistemas. 
 
A proposta da companhia, especializada em tecnologias para a gestão de força de vendas em soluções de mobilidade e logística, é fomentar a inovação, ainda incipiente no setor de abastecimento. Através de ferramentas que propiciam às organizações automação dos processos comerciais, uso correto da nuvem, eficiência logística e redução de custos. Como parte da iniciativa, a Máxima desenvolveu novas funcionalidades em suas soluções com o intuito proporcionar às empresas fluidez nas rotinas diárias e maior performance e produtividade nas demandas. 
Na nova versão da ferramenta Pedido de Vendas, tecnologia carro-chefe da companhia, por exemplo, o usuário tem a chance de realizar vendas consignadas, programar entregas futuras no estoque com o faturamento a ser realizado. Além de autorizar transações que dão maior poder de negociação ao representante no momento da venda. A Geolocalização também ganha visibilidade na estratégia de evolução como uma ferramenta de gestão de equipes de força de vendas. A solução Portal Executivo possibilita a identificação de horários de chegada e de saída do produto, calculando o prazo estimado das entregas.
 
Encerrando o leque de ofertas, a companhia fomenta a solução maxPromotor, cujo benefício está em gerenciar remotamente, via dispositivos móveis, as equipes de promotores nos Pontos de Vendas (PDVs), foco das atenções para o incremento de vendas e fomento de campanhas promocionais.
 
“Sentimos a necessidade de exaltar a inovação na cadeia de abastecimento após detectar que o tema ainda é pouco difundido neste mercado. O foco é levar a tecnologia para estreitar laços com os consumidores, desde a saída do produto até a chegada à prateleira”, explica Patrus.