McAfee pede cuidado com spams

0
2


O início do ano é o momento ideal para a tomada decisões, incluindo os hábitos na Internet. Por isso, a McAfee sugere alguns métodos que podem ajudar a evitar que o internauta torne-se alvo preferencial de ataques de spam:

– O usuário nunca deve responder a um spam. Quando uma resposta é enviada, mesmo que seja para solicitar a retirada do e-mail da lista de circulação, o sistema confirma que o endereço é válido, já que o spam foi entregue com sucesso. Listas de endereços de e-mail confirmados são muito valiosas para os remetentes;

– Verificar se o endereço de e-mail pode ser visto pelos remetentes de spam, digitando-o em um mecanismo de busca da web como o Google. Se o endereço em questão for publicado em algum site ou grupo de notícias, este dever ser retirado a fim de reduzir a quantidade de spams recebidos;

– Desativar as imagens in-line ou não abrir as mensagens de spam também são ações que pode ajudar. Freqüentemente, as mensagens desse tipo possuem “sinalizadores de web” que permitem que o remetente de spam saiba quantos ou quais endereços de e-mail abriram a mensagem. As caixas eletrônicas mais recentes adotam como padrão a desativação das imagens in-line para evitar que isso ocorra;

– Ao tentar o impedimento da entrega de e-mails, a principal regra é a seguinte: se não foi solicitado o recebimento das mensagens ou se o remetente que a enviou não for reconhecido, o usuário não deve tentar cancelar a entrega, pois isso pode desencadear uma enxurrada de outros spams. É mais garantido bloquear o e-mail de outra forma;

– No preenchimento de formulários na web, verificar a política de privacidade do site para saber se este não será vendido ou repassado a outras empresas. Pode haver uma caixa de seleção para recusar o recebimento de mensagens de terceiros;

– Não responder a pedidos de confirmação por email de qualquer informação de contas. Seu banco, sua administradora de cartões de crédito, entre outras empresas, já possuem as mesmas. Se não tiver certeza sobre a legitimidade de uma solicitação de informações pessoais feita por uma empresa, deve-se entrar em contato diretamente com esta ou digitar a URL do site diretamente em seu navegador. Não clique nos links do email, pois podem ser links falsos para sites de phishing;

– É recomendável que o endereço de e-mail que recebe um grande volume de spam seja substituído por um novo;

– É ideal que sejam criados dois endereços de e-mail: um para mensagens pessoais a amigos e colegas, e outro para assinar boletins ou para publicação em listas de discussão e outros lugares públicos. Quanto mais complexo o endereço, menor é a probabilidade de recebimento de spam.