Mercado de TI reaquece

0
13


Após dois anos consecutivos apresentando resultados modestos, em 2004 o mercado de serviços de TI reaqueceu suas atividades. Segundo análises da consultoria IDC Brasil apresentadas nos estudos Brazil IT Services 2005 e Brazil Semiannual IT Services Tracker (2004 Data), o movimento gerado por serviços de TI no ano passado alcançou a cifra de R$ 11,9 bilhões no país, significando um crescimento em reais de 13,23% em relação ao resultado de 2003.

De acordo com Mauricio Monteiro, analista de mercado para Serviços de TI da IDC, esse desempenho mostra que, no ano passado, o mercado de serviços de TI recuperou-se dos efeitos da crise econômica e da fuga dos investimentos por parte dos usuários, compreendidas em 2002 e no decorrer de 2003. “E as perspectivas mantêm-se otimistas para 2005”, avalia.

A perspectiva otimista para 2005 pode ser justificada pelos serviços de consultoria de TI e de integração de sistemas. Em 2004, muitos projetos foram impulsionados pela demanda vinculada ao mercado de soluções, com destaque para ERP, BI/data warehouse, segurança e soluções de infra-estrutura. Vale lembrar que, no ano passado, teve também início a discussão sobre os projetos relacionados à governança de TI e à adequação das novas regulamentações, como Basiléia II e Sarbanes-Oxley, sobretudo no segmento de Finanças.

Estas discussões, que têm se intensificado cada vez mais em 2005, também influenciam a aceleração da demanda por projetos de consultoria e de integração de sistemas. Ao longo de 2004, observou-se também uma clara tendência no reaquecimento dos serviços de integração de sistemas, com uma quantidade muito grande de propostas que já vinham sendo trabalhadas pelos provedores de serviços desde o último trimestre de 2003. “De fato, muitas dessas propostas tornaram-se projetos ao longo do ano, sendo verificado que se referiam tanto a projetos que haviam sido paralisados quanto a novos projetos”, diz Monteiro. Em relação aos serviços de desenvolvimento, categoria que seguiu uma linha próxima a de serviços de integração, a exigência dos clientes e o aumento da concorrência vêm ampliando a oferta desses serviços por meio de fábricas de software em detrimento do body-shop.

A exemplo do que a IDC já tem verificado nos últimos anos, o grande destaque do mercado de Serviços de TI em 2004 ficou por conta dos serviços de terceirização (outsourcing).