Mercado mobile avança

0
2



O Mavam – Monitor Acision de VAS Móvel, que analisa e monitora os principais indicadores do uso de serviços móveis de valor adicionado na América Latina, com ênfase especial no Brasil, está completando um ano. Durante esse período, o mercado pôde acompanhar o aumento da oferta desses serviços e, consequentemente, a sua maior adoção. A quinta edição, referente ao segundo trimestre, aponta que a receita de VAS Móvel no país totalizou R$ 2,8 bilhões no período, o que corresponde a um crescimento de 54,5% em relação ao mesmo período de 2009.

 

“Esse total representa 16,3% da receita de serviço das operadoras de celular no Brasil. Embora possa parecer pouco, o avanço pode ser considerado positivo, uma vez que há um ano, o VAS representava 11,5% da receita”, observa Rafael Steinhauser, presidente para América Latina da Acision. “Por tudo o que temos analisado, a tendência é esse percentual aumentar cada vez mais e de uma forma ainda mais rápida”, completa.

 

Os dados do Mavam atestam essa expectativa. Durante o primeiro ano de estudo, diferentes temas foram abordados mais profundamente de acordo com a relevância do assunto no momento da coleta de dados. Desta vez, o foco foi a banda larga móvel, que hoje já superou o acesso fixo à Internet, comprovando que essa é uma tecnologia que só tende a crescer.

 

Segundo esta edição do Mavam, que ouviu entrevistados de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, há no Brasil 13,9 milhões de acessos móveis, sendo 3,5 milhões de terminais de dados 3G e 10,4 milhões via aparelhos. E entre os que usam essa tecnologia, 82% a utilizam para uso pessoal, principalmente para acesso a e-mail ou navegação na web.