Mercado publicitário comemora crescimento

0
0


A 27ª edição do Prêmio Caboré terá um gostinho especial. Além de homenagear os melhores da propaganda, a premiação criada pelo Meio & Mensagem celebrará o crescimento de 15% do volume de investimento do mercado publicitário sobre o mesmo período do ano passado, percentual idêntico ao alcançado no exercício anterior. Desde 2002, o faturamento tem curva ascendente e a expectativa para 2007 é de superar os números anteriores.

De acordo com José Carlos Salles Neto, presidente do Meio & Mensagem, o crescimento deve ser comemorado pelo mercado. “Sem dúvida, são estatísticas mais que otimistas se levarmos em conta que o PIB nacional não cresce além de 3%. O setor registrou aumento acima da média em relação a outros segmentos da economia”, diz.

O bom desempenho do mercado é justificado pelos investimentos na Copa do Mundo e em propaganda eleitoral. “Apesar de o Brasil não ter conseguido chegar à final, as ações ocorreram antes do início do mundial. Além disso, o brasileiro estava mais confiante no governo Lula”, afirma.

Mesmo com o balanço financeiro positivo, José Carlos aponta a queda na qualidade do material produzido no país, resultando no fraco desempenho em festivais internacionais, como o de Cannes. “A queda nas vendas em anos anteriores foi responsável por uma perda de brilho nas peças publicitárias”, declara o presidente do grupo.

O executivo ainda criticou a Lei Cidade Limpa, aprovada em setembro, que prevê a retirada de todos os outdoors de São Paulo. “Tudo foi colocado de uma maneira muito exagerada. O mercado não soube coibir os excessos, mas a prefeitura também não teve competência para fiscalizar. Acredito que será necessária uma revisão da lei, pois este é um tipo de mídia necessária”.