Merchandising faz a diferença

0
1



O Provar – Programa de Administração do Varejo, da Fundação Instituto de Administração, em parceria com a Felisoni Consultores Associados, anuncia os resultados da pesquisa “Promoções: a importância do merchandising na comercialização de vestuário e calçados para o público de baixa renda”. Em amostra com 400 pessoas constatou-se que 60,3% do total de entrevistados responderam com compras às exposições de produtos no interior da loja. O resultado foi verificado principalmente entre os compradores da classe C, que representam 85% do universo de entrevistados.

 

“A escolha por uma mercadoria sofre forte influência pelo modo que a mesma está exposta. Do total de entrevistados, 66,8%, alegaram ter tomado conhecimento do produto adquirido circulando no interior da loja, 13% já conheciam o produto e 18,6% foram estimulados pela exposição na entrada do local ou na vitrine”, comentaClaudio Felisoni, coordenador-geral do Provar. Felisoni afirma que quase metade da amostra (42,6%) comprou estimulada pelas ações de merchandising. “Concluímos que as ações de marketing nos pontos de venda são muito importantes para as atividades comerciais”, finaliza.

 

A pesquisa revela ainda que enquanto 62,5% dos entrevistados afirmam ter comprado porque precisavam dos produtos, 35,3% alegaram ter aproveitado uma oferta e 7,3% foram influenciados pelo produto exposto. Quanto à motivação da escolha por determinada loja, 61% dos entrevistados foram atraídos pela existência de ofertas, enquanto 28,5% optaram por fidelidade à loja.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVitrine tecnológica
Próximo artigoZox e Comunik lançam manual digital