Mobile: como é a experiência de uso dos seus clientes?

0
1



Por Leandro Ginane

 

Atualmente, estima-se que existam centenas de diferentes combinações de ambientes utilizados para acessar a web. Com o frequente lançamento de novos modelos de smartphones e tablets e, a evolução de sistemas operacionais e browsers, é notória a importância de conhecer profundamente o funcionamento de aplicações digitais em diferentes situações de uso.

 

Imagine o impacto negativo na experiência dos usuários e nos resultados comerciais se um cliente não consegue finalizar uma compra ou visualizar seu saldo, devido a problemas causados pela forma como a aplicação foi planejada e desenvolvida.

 

Diante disso, é fundamental que o modelo de design e desenvolvimento para a web seja repensado. Acredito em uma nova abordagem que prioriza smartphones e tablets no planejamento de interfaces e fluxos de interação para web. Trata-se do modelo Mobile First, somado ao uso de técnicas de responsive design para o desenvolvimento. Essa abordagem é o início para a verdadeira democratização do acesso à web, independentemente do contexto de uso e do dispositivo que está sendo utilizado.

 

No entanto, como na maioria das mudanças, há novos desafios a serem enfrentados por designers e desenvolvedores, como: telas com limitações de espaço e interação, restrições tecnológicas, velocidade de carregamento, prazo de desenvolvimento e criação e testes em diferentes ambientes e aparelhos.

        

Do lado das empresas, não é diferente. Porém, os desafios são adquirir conhecimento técnico da equipe, prazo para implantação, orçamento, conhecimento do perfil tecnológico e comportamental da base de clientes e testes pós-desenvolvimento.

 

Todas essas questões precisam estar mapeadas antes de decidir pela utilização desse novo método. Entretanto, os resultados são animadores.

 

Recentemente o comércio eletrônico da marca O´Neill repensou sua estratégia digital e utilizou o design responsivo para melhorar a experiência de seus clientes. Em três semanas, o número de transações pelo iPhone duplicou e, no Android, triplicou.

 

Os acessos móveis crescem a cada dia e o design é um fator decisivo para atender a expectativa desses novos consumidores.



Leandro Ginane é fundador da deviceLab


DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPosição privilegiada
Próximo artigoUma resposta positiva