Mobilidade bate à porta dos sites

0
3



Autor: Raphael Guerreiro


Com a popularização do celular no País, as operadoras de telefonia móvel estão evoluindo e melhorando o serviço de dados, ou seja, o acesso a Internet está aumentando cada vez mais, com mais qualidade e por um preço menor. Tanto é que uma pesquisa, divulgada recentemente pela Predicta, afirma que o volume de acessos à Internet via celulares, smartphones e computadores de mão (PDAs) no País passou de 79 mil em setembro de 2007 para mais de 212 mil em fevereiro deste ano. Ou seja, um crescimento de quase 300%.


Outro fato importante é que as operadoras passaram a vender diversos modelos de aparelhos de celular com acesso à Internet com a ajuda dos fabricantes dos dispositivos móveis. Hoje a maioria ou todos os aparelhos de telefonia móvel permitem acesso a web. Em muito breve, muitas pessoas estarão acessando a Internet pelo celular de qualquer lugar e a qualquer hora.


Frente a esse novo cenário, surge uma nova realidade para as empresas que têm website e não possuem uma versão para ser visualizada em dispositivos móveis. Hoje uma pequena parcela dos sites são desenvolvidos com essa preocupação, principalmente, as home-pages de bancos, administradoras de cartão de crédito, serviço de busca, entre outras. O redimensionamento dos sites para os dispositivos móveis é uma necessidade, que está batendo à porta.


O que acontece hoje é que muitos internautas que acessam a Net, pelo seu celular, smartphone ou PDA, não conseguem ter um boa navegação nos sites. Os principais problemas das home-pagens, que não são desenvolvidas para dispositivos móveis, é a criação de várias barras de rolagem, os textos ficam um em cima do outro, as imagens não aparecem e a maioria são muito pesados para carregar.


Vale afirmar que para um site ter uma boa visualização em um PDA, smartphone ou celular é preciso ser bem leve, ou seja, ter o menor código possível. Isso porque o processador de um dispositivo móvel é muito mais lento do que um desktop ou notebook. Outra informação interessante na hora de desenvolver a home-page é checar algumas dicas de usabilidade e acessibilidade, que te possibilitam conhecer um pouco sobre como o internauta prefere e age na hora de acessar uma página.


Mais uma dica: com o acesso à Internet pelos dispositivos móveis deve aumentar a procura e a oferta de guia de serviços na Web como entretenimento, lazer, GPS, Wikipedia, chat, informações sobre o trânsito, horários de ônibus, entre outras. Fique de olho nas novas mudanças e se prepare.


Raphael Guerreiro da Fonseca é gerente geral da Luxicom.