Motociclo implanta sistema da Blink

0
3



A implantação das redes de tecnologia da informação e o uso em grande escala da internet racionalizaram, de um modo geral, as atividades nas empresas. Em outras, a união desses recursos com a mobilidade, uso de dispositivos móveis como os smartphones e pockets, permitiu também o melhor gerenciamento das áreas de vendas, redução do tempo das atividades, a agilidade na tomada de decisões e consequentemente proporcionaram a lucratividade.


O recurso que aparece no terceiro lugar da lista das cinco tendências e investimentos em tecnologia para o ano de 2011, desenvolvida pelo Gartner, instituto de pesquisas da área de tecnologia, já é realidade em empresas que atuam na comercialização de peças e pneus de motocicletas e bicicletas. Como por exemplo, na Motociclo, que implantou o Blink Mobile, sistema de automação de vendas desenvolvido pela Blink Systems, e que é utilizado por 62 representantes e quatro consultores de vendas, cerca de 24% dos colaboradores diretos do grupo.


O sistema, instalado em smartphones, permite o atendimento de clientes na elaboração e transmissão de pedidos, realizando políticas de descontos, consultas a tabelas de preços, títulos em aberto, disponibilidade dos produtos em estoque e histórico de compras dos clientes. “Já tínhamos um sistema de mobilidade instalado, mas devido ao crescimento da empresa, ele já não correspondia à realidade estratégica e do setor comercial, por isso optamos por substituí-lo”, explica Nelson Lapyda, diretor-administrativo e financeiro da empresa.


Segundo Marcos Paulo Amorim, diretor-executivo da Blink Systems, a instalação de um software que atendesse com segurança todas as necessidades da empresa, que está localizada na cidade de Serra (ES), e que possui cerca de 7.000 clientes ativos, com 9.300 itens para venda, entre peças, pneus e câmaras, era um grande desafio a ser cumprido. “Além do mix de produtos que tornou o sistema complexo para gerenciar, tínhamos que respeitar as regras tributárias, aliadas ao grande número de produtos e adaptá-las ou aperfeiçoá-las, mas sem que isso interferisse na gestão do negócio”, complementa Amorim, responsável pelo gerenciamento da implantação.


Para Lapyda, o mercado atual, pautado na competitividade extrema, são os recursos da tecnologia que podem trazer benefícios e até diferenciações entre as corporações. “A tecnologia e a mobilidade vieram para auxiliar as empresas neste atual cenário competitivo, pois com a boa aplicação e gerenciamento delas, podemos repassar aos nossos clientes, alguns de nossos valores, como a qualidade dos produtos e agilidade no atendimento, bem como o melhor gerenciamento de nossas operações e a assim obter a lucratividade”, finaliza Lapyda.