Mudança no perfil do cliente online?

0
1
As mulheres brasileiras vêm comprando online em um ritmo mais acelerado do que os homens. De 2011 a 2014, o percentual do público feminino que compra no e-commerce 56% para 67%, enquanto, o percentual do masculino se manteve estável, com 65%. É o que mostra um estudo feito pela Forrester Research, a pedido do MercadoLivre, com mil mulheres e mil homens nas regiões metropolitanas do País. Os produtos mais comprados pelas mulheres são os livros (33%), seguidos por Moda (32%), Sapatos (30%) e, empatados, cosméticos e computadores e periféricos (ambos com 26%). No caso dos homens, eles compram muito mais eletrônicos (39%), computadores (33%) e sapatos (24%). Livros empatam, com 24%.
 
Tanto as mulheres (62%) quanto os homens (68%) utilizam o desktop como principal equipamento, não só para compras. Em relação a laptops e tablets, a preferência é maior entre as mulheres: laptops respondem por 60% entre elas e 57% entre eles; e o tablet por 35% entre as mulheres contra 33% entre os homens.
 
Um contingente maior de mulheres (26%) costuma gastar entre R$ 186 e R$ 460 nas compras em um período de três meses. O segundo maior grupo (18%) gasta de R$ 461 a R$ 920 no mesmo período, e 16% gastam de R$ 921 a R$ 1840. Cartão de crédito (66%) e boleto bancário (49%) são as formas preferidas de pagamento do público feminino.