Mulheres despontam no mercado de crédito

0
9


Vinte por cento da população da Grande São Paulo tem financiamento junto a algum banco ou outra instituição. Deste total, 25% são homens e tem entre 41 e 50 anos. Mas as mulheres é que despontam como grande mercado potencial. É o que mostra a pesquisa encomendada pela Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento) e realizada pela InSearch, a partir de entrevista com 853 moradores da Grande São Paulo.

O trabalho concluiu também que a presença feminina nesse universo começa a ser marcante e tende a crescer. Atualmente, 17% delas têm empréstimo em seu nome e intenção de quitá-lo em menor tempo que os homens. Sendo que, 28% delas pretendem quitar os carnês em, no máximo, seis meses, contra 20% dos homens; 38% entre 7 e 12 meses, contra 32% dos homens e; 35% das mulheres quitarão suas parcelas em mais de 12 meses, contra 48% dos homens.

Outros 17% da população entrevistado pretende tomar crédito em 2007. Sendo que, 29% pretendem conseguir o financiamento para comprar um novo carro, 25% para financiar um imóvel e outros 25% para crédito pessoal. Desses, 22% das mulheres pretendem obter crédito para a reforma da casa e 38% , no caso dos homens, para compra de veículo.