Natura organiza marketing

0
2



Além do Brasil, países como Chile, Argentina, Peru, Bolívia, Colômbia, México e Venezuela estão utilizando a plataforma Visto, criada com exclusividade pela Arizona e implantada na Natura para ser uma ferramenta de automação das funções de marketing e proporcionar um fluxo de trabalho customizado com agilidade, segurança e rastreabilidade. A solução pode ser acionado em qualquer parte do mundo, já que toda a navegação do Visto é feita via web por meio de senhas. Outro benefício é o cruzamento de dados de vendas da Natura num determinado país com o que efetivamente foi realizado naquele mês pelo departamento de marketing, como instrumento de análise do custo-benefício das ações.


Um processo que tomava cinco dias, quatro digitadores e dois revisores é hoje feito em apenas 45 minutos, sem possibilidade de digitação errada, já que com o Visto efetua-se o versionamento automático de preços e pontos das consultoras, onde, simultaneamente, são enviados à Arizona um arquivo em quark pela agência da Natura e uma planilha Excel pela própria empresa. A partir daí, a Arizona gera o documento em 45 minutos, em formato PDF pronto para a impressão e com margem zero de erros.


O Visto permite ainda a organização de todas as publicações da Natura em uma única plataforma. Desde que conquistou a conta, em 2004, a Arizona desenvolveu um acervo de 18 mil ativos digitais da Natura com tudo o que a empresa produziu – revistas, anúncios veiculados e imagens utilizadas e não utilizadas, matérias e editoriais – disponível na Internet, com senha de acesso aos colaboradores e fornecedores autorizados da Natura, onde, a cada 21 dias, 300 imagens são utilizadas e, destas cerca de 140 novas são incorporadas no período e com margem grande de reaproveitamento de conteúdo, já que tudo está disponível de forma digital.


“Daí a possibilidade de atendermos qualquer país do mundo por meio do Visto, o que pode ocorrer nas mais inusitadas situações, como por exemplo, num cyber café, desde que o cliente forneça sua senha de acesso, claro”, argumenta o diretor da Arizona, Marcus Hadade. “Para se ter uma idéia da importância de atingirmos o risco zero de erros na publicação dos dados”, dimensiona o executivo, “somente no Brasil, são impressos 1,4 milhões de exemplares da revista Natura a cada 21 dias. Apenas um erro poderia significar muitos prejuízos para a empresa”.


Ao ser contratada apenas para fornecer a pré-impressão da Revista Natura, em 2004, e produzir três ciclos da publicação, a Arizona percebeu que a quantidade de arquivos, páginas e imagens eram muito grandes e que a necessidade de resgatá-los por colaboradores, agências e operações internacionais era um fator de sucesso para a atuação da empresa num mercado globalizado. “E o Visto organizou tudo numa única plataforma”, finaliza o diretor.