Neogrid adquire Xplan Business Solutions

0
9


A NeoGrid – empresa provedora de soluções, especializada em serviços de Comércio Colaborativo B2B para Supply Chain – expande as operações no mercado com a aquisição da Xplan Business Solutions, companhia brasileira baseada em soluções de gestão de negócios de processos aliados à tecnologia da informação. A fusão vem para consolidar a atuação de ambas empresas no mercado nacional. A Xplan passa a compor agora as unidades de Atendimento a Clientes e Consultoria NeoGrid, de São Paulo. Desta maneira, os serviços atualmente realizados pela Xplan continuarão sendo efetuados normalmente pela mesma equipe técnica e de consultores.

O resultado da fusão é o surgimento da marca Xplan NeoGrid. “De olho na ascensão do mercado, a NeoGrid estava à procura de uma companhia focada em consultoria que também desenvolvesse soluções tecnológicas, e enxergou na Xplan uma ótima oportunidade de investimento. Entendemos que esse movimento prima pela qualidade dos produtos e serviços que vamos ofertar aos nossos clientes em primeiro lugar”, afirma Marlon Marques de Almeida, gerente de marketing e produto da NeoGrid.

Com uma solução mais completa, a NeoGrid passa a integrar todos os elos da cadeia de suprimento e demanda, passando pelos processos de produção, compra, distribuição, venda, entrega, monitoramento e relacionamento entre os parceiros e, inclusive, o planejamento da produção com seu produto NeoGrid APS (Advanced Planning and Scheduling). “Com o conhecimento das duas empresas e a junção das plataformas, temos a solução e o conhecimento suficientes para oferecermos uma robusta suíte de supply chain ao mercado, e alavancar a competitividade dos nossos clientes nas cadeias onde eles atuam”, destaca Almeida.

Na mesma proporção que a empresa amplia a operação, aumenta o mercado em que atua e começa a atender segmentos que vão desde as indústrias de extração e de transformação, atacadistas e distribuidores, até os varejos, como os supermercadistas e departamentais. “No varejo e no atacado, o foco é aumentar o giro de estoques e diminuir as perdas com a ruptura e excessos de estoques e aumentar as vendas. Já no setor da indústria, a proposta é aumentar o nível de serviços, reduzindo os estoques, aumentando as vendas”, explica.