Nestlé regionaliza atendimento

0
1

Adequar-se exigências especificas de cada região, de cada público e de cada cultura tem sido o caminho percorrido pela grande maioria das empresas no Brasil.  Para atender a demanda das transformações sociais e as exigências do público a Nestlé conta com a rede de centros de Pesquisa & Desenvolvimento da indústria de alimentos e bebidas, na tentativa de permear o cotidiano do lares no Brasil. A companhia salienta que somente ao estar próximo do consumidor, é possível identificar suas necessidades e, assim, desenvolver soluções para cada tipo de público. 
Para a Nestlé não existem consumidores globais.  Cada região do país e cada classe social têm características próprias e, para isso, desenvolvem comunicações, campanhas e promoções específicas para cada um deles. A partir das manifestações recebidas por meio do Serviço Nestlé ao Consumidor (SNC), que são registradas e analisadas pelas diferentes áreas da empresa, a Nestlé desenvolve novos produtos, altera embalagens, aperfeiçoa processos e implementa inovações que atendem às necessidades dos consumidores e geram casos de sucesso. A volta do Nescau tradicional, por exemplo, se deu por conta dos pedidos recebidos pelo SNC. 
Desde 2003, a Nestlé realiza um sólido projeto de Regionalização, no qual desenvolve ações, programas e produtos específicos para cada região, com o objetivo de atender os hábitos de consumo locais e até mesmo as necessidades nutricionais das diferentes regiões do país. Executivos da empresa foram a campo e visitaram os lares de famílias nordestinas para entender melhor os hábitos de consumo e a cultura dos 50 milhões de consumidores localizados nesta região. Como resultado, em 2004, a Nestlé escolheu a cidade do Recife para instalar a nova diretoria regional Norte/Nordeste, criada com um único desafio: criar um modelo que atendesse às necessidades desses consumidores.