No Brasil, segmento de beleza é um dos que mais cresce

0
17



Dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, Abihpec, apontam o Brasil como o terceiro maior mercado de beleza, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. Com base nesses dados e a partir de um levantamento de mercado, feito pela Central Mailing List, especialista em fornecer banco de dados, ficou evidente que desde o ano de 2009, o crescimento deste segmento no Brasil, é de 250%.


Tal crescimento se deve ao desenvolvimento da indústria, à adesão de novas tecnologias em tratamentos estéticos e principalmente ao surgimento de novos empreendedores no País. Até o ano de 2009 no Brasil, o número de empresas deste segmento não passava de 59 mil, já no ano de 2011 os números passaram de 206 mil.

O levantamento aponta ainda boas perspectivas para quem busca investir no ramo da beleza. Neste segmento, o mercado está menos aquecido na região Norte do País, representando apenas 4,6% deste setor, já Roraima conta com apenas 544 empresas, o Amapá 554 e o Acre 623. Na sequência vem a região Centro Oeste com 10,3%, e o estado que mais se destaca, é o Distrito Federal, com 8420 mil empresas do ramo. Em seguida, destaca-se a região Sul que marca presença no ranking com 12,6%, sendo 10.839 mil estabelecimentos só Rio Grande do Sul. Mas, a região que lidera o ranking é o Sudeste, representando 52.8% de salões de cabeleireiros, clinicas de estéticas e de tratamento facial e corporal em todo o Brasil. O estado de São Paulo é o que lidera o ranking com número de 57.402 mil empresas registradas, liderando não apenas a região, mas também na colocação dos estados que mais se desenvolve no mercado.