No passo do crescimento

0
2



“Do ponto de vista econômico, para 2012 esperamos a manutenção da evolução econômica brasileira, com uma aceleração mais forte para segundo semestre”, diz Sami Foguel, diretor de produtos e seguimentos de pessoa física do Banco HSCB. Esse avanço, puxado pela redução de juros da economia iniciado em agosto e o baixo índice de desemprego, deve continuar puxando a demanda, de acordo com o executivo.

 

Embora afirme que a empresa acredita que o Brasil continuará a se destacar no cenário mundial, o diretor pontua que a incerteza em relação à economia da zona do euro e seus reflexos para economia brasileira é a principal preocupação da empresa. Isso porque, segundo Foguel, caso haja um agravamento na situação econômica européia, o País pode ser impactados por meio de um aumento na inadimplência da pessoa física e jurídica.

 

“A empresa, porém, tem construído ao longo dos anos uma estratégia de posicionamento para o mercado brasileiro que tem trazido resultados positivos e estamos confiantes na continuidade dessa estratégia para 2012”, ressalva. “Para tanto, apostamos sempre no melhor atendimento aos clientes, entendendo suas necessidades e desenvolvendo produtos e serviços que atendam essas demandas.”

 

Como tendências o executivo aponta o aumento na utilização de canais digitais, como internet e celular, para venda de produtos e serviços, a utilização das redes sociais para entendimento das necessidades dos clientes e a redução na dependência de ambientes físicos para comercialização de produtos. “A internet é hoje um canal essencial de relacionamento com nossos clientes. Ela continuará a influenciar o relacionamento com nossos clientes”, afirma.