Novas tecnologias impulsionam setor de telecom

0
1



O mercado brasileiro de telecomunicações cresceu consideravelmente nos últimos anos, impulsionado principalmente pelos serviços de banda larga, VoIP e telefonia móvel, que obtiveram um forte crescimento em suas receitas. Além disso, a convergência entre voz, dados e vídeo apresenta várias oportunidades de crescimento e deve impulsionar o setor com a oferta de serviços triple play para os usuários de baixa renda.


De acordo com um estudo da Frost & Sullivan, empresa internacional de consultoria e pesquisa de mercado, este setor obteve uma receita de US$ 58,266 bilhões em 2006 e deve atingir US$ 74,280 bilhões em 2012. “A telefonia tradicional está em queda devido a substituição do fixo-móvel, assim como a adoção de novas tecnologias como VoIP, fatores que impactam principalmente as receitas de longa distância”, afirma Iacy Saraiva, analista de pesquisas da Frost & Sullivan. “Todavia, a telefonia local e a longa distância ainda são os principais serviços, com 46,2% do total da receita do setor de telecomunicações em 2006”.


No entanto, os serviços de telefonia móvel estão prestes a tomar a liderança do setor, a medida em que esse serviço ultrapassar a telefonia fixa em termos de tráfico e receita. Juntas, telefonia móvel e fixa lideram o mercado com participação de 84,8% da receita do setor. Com relação ao mercado de banda larga, espera-se que as operadoras direcionem esforços para aumentar a penetração entre os usuários de baixa renda, enquanto os serviços de voz sobre IP devem crescer especialmente entre os “heavy users” de voz e Internet.


Como consequência dessas mudanças e da convergência tecnológica, a estrutura competitiva desse setor mudou consideravelmente. As operadoras estão buscando oportunidades para expandir seus negócios, oferecendo voz, dados e vídeo em uma única oferta, através do conceito “triple-play”. Dessa forma, elas conseguem aumentar sua penetração em mercados estratégicos e ao mesmo tempo, proteger-se da aproximação dos provedores de VoIP e operadoras de TV paga. Muitas companhias estão prontas para estabelecer parcerias ou mesmo comprar outras empresas para oferecer os serviços triple-play.


Com os principais players participando em vários mercados, há uma oportunidade para que eles explorem possíves sinergias entre estes serviços. Além disso, as empresas devem focar esforços nos segmentos que apresentam maior crescimento, como pequenas e médias empresas e usuário de baixa renda, a fim de expandir sua participação no mercado.


Esta é uma oportunidade viável, já que os serviços de telecomunicações atingiram um nível de saturação nas classes mais altas da população e entre o segmento de grandes empresas e multinacionais. “As operadoras com maior capacidade operacional e sinergia entre seus serviços devem levar vantagem, pois serão capazes de atender a demanda por triple-play e oferecer planos de serviços customizados para usuários de alta e baixa renda”, explica Iacy. A primeira empresa a largar na frente dessa tendência de mercado foi a Net Serviços em parceria com a Embratel. Depois desta iniciativa, a Telefonica adquiriu parte das operações da TVA no segmento de TV paga e a Oi expandiu seus negócios ao adquirir a operadora WayTV.