Novos potenciais consumidores

0
1
O potencial de consumo dos jovens da classe C brasileira tem sido pauta de vários veículos e economistas, principalmente depois da onda de rolezinhos que tomou conta de vários shoppings. Esse público tem um poder de consumo de R$ 129,9 bilhões, segundo pesquisa do Instituto Data Popular, denominada “O rolezinho e os jovens da classe média”. De acordo com o levantamento, esse valor representa mais do que a soma das classes alta e baixa juntos que são, respectivamente, R$ 80 bi e R$ 19,9 bilhões. A pesquisa revelou, ainda, que o Brasil tem atualmente 30,7 milhões de jovens entre 16 e 24 anos. Entre eles, os jovens das classes C são cerca de 9 milhões. 
Esses dados alertam para o fato de que é preciso abrir os olhos para esses potenciais consumidores, pois eles trazem um leque de possibilidades. O presidente do Data Popular, Renato Meirelles, afirma que não se deve barrá-los dos lugares de consumo, como ocorreram nos casos dos rolezinhos. “Barrar este público é um erro já que se trata de dizer para uma importante parcela de consumidores que eles não são bem vindos”, afirma.
Nesse sentido, as empresas devem se atentar para os hábitos de consumo para saber como atendê-los. Segundo a pesquisa, para os próximos meses, 15% desses jovens de classe média (2,8 milhões) têm intenção de comprar um notebook; 11% (2,1 milhões) desejam adquirir um smartphone e outros 11%, querem um tablet. “Hoje, mais da metade (55%) dão mais valor a marcas e qualidade quando vão às compras do que em anos anteriores”, explica Meirelles.