O banco no bolso

0
1
O mundo tecnológico está em constante mudança e cada novidade é uma oportunidade das empresas estabelecerem relação com os clientes. Com as instituições financeiras não é diferente, e foi para atender as necessidades desse cliente cada vez mais ligado a tecnologia, que o Itaú Unibanco criou o app mobile banking. De acordo com Ricardo Guerra, diretor de canais de atendimento do banco, o volume de transações bancárias pelo celular no Brasil cresce exponencialmente. “Foi constatado que 788% de aumento das transações no canal nos últimos dois anos.”, afirma. Segundo o diretor, isso indica as mudanças de comportamento das pessoas, que cada vez mais utilizam o celular para esse tipo de serviço. “O cliente vem mudando, ele aproveita cada vez mais a conveniência do celular para checar o saldo com mais frequência, por exemplo, o que implica na criação de uma experiência digital que seja não somente fácil, mas também prazerosa. Ou seja, abrindo espaço para simulações, gestão financeira e outras ´interações ricas´ no canal. Por si só, o celular é uma poderosa ferramenta de fidelização”, declara.
O app mobile banking do Itaú Unibanco permite que os usuários realizem operações bancárias, como consultas, transferências e pagamentos, consultas de posição consolidada de fundos e aplicação/resgate, e até pagar as contas pelo celular com um leitor de código de barras por meio da câmera. Além disso, o aplicativo tem a funcionalidade Aviso Viagem Geolocalizado. “Com essa função, quem estiver nos aeroportos do Brasil e do exterior é lembrado automaticamente que pode usar o celular para ativar o aviso viagem do cartão, consultar ou carregar o saldo de um cartão pré-pago internacional ou fazer um seguro viagem”, conta Guerra. Segundo o diretor, a função de geolocalização do app é ativada automaticamente em diversos aeroportos da América Latina, Estados Unidos , Europa,  Ásia e Oceania. A ferramenta está disponível para Android, iOS, Blackberry e Windows Phone.
O FUTURO DO MOBILE BANKING
É esperado que o smartphone seja um dos principais canais de relacionamento do cliente com o banco, segundo o diretor. “Com maior poder de processamento, telas de +4″ e a melhoria da rede de dados no Brasil, veremos uma explosão de novos serviços que trarão ainda mais conveniência e também uma interação rica com simulações utilizando infográficos e a contratação de produtos, considerados hoje complexos para o canal, acontecendo com facilidade”, afirma.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuem quer ganho de qualidade?
Próximo artigoTem gente saindo na frente