O declínio americano

0
3



Berço de empresas inovadoras, como Google, IBM ou Microsoft, os Estados Unidos vem perdendo espaço nas áreas de ciências, TI e especialmente em inovações ambientais, de acordo com matéria da InfoOnline. O texto traz os resultados do estudo realizado pela ITIF – Information Technology & Innovation Foundation, fundação que analisa os esforços inovadores em 40 países no mundo.

 

Líder até 2005, os Estados Unidos figuram agora em sexto lugar na lista de 2009. Antes aparecem Cingapura, Suécia, Luxemburgo, Dinamarca e Coréia do Sul. Uma análise dos últimos dez anos da pesquisa aponta que a nação que mais ganhou pontos no ranking foi a China, atual 33ª colocada no ranking. Os Estados Unidos aparecem na última posição entre nações que mais adicionaram pontos à lista, logo atrás do Brasil, penúltimo colocado. No ranking geral, o Brasil aparece em 39º lugar, à frente apenas da Índia.

 

Para montar o ranking, o ITIF analisa 16 indicadores de cada país, como investimentos em escolas científicas, profissionais com pós-graduação, volume de capital de risco aplicado em projetos de inovação e gastos com educação.