O ERP certo para sua empresa

0
2



Autor: Guilherme Schneider

 

O ERP (Enterprise Resources Planning) é um sistema integrado de gestão empresarial que, cada vez mais, tem se tornado imprescindível em organizações de diversos tamanhos e segmentos.  Este tipo de sistema foi concebido para atender às demandas de boa parte das áreas que compõem uma empresa de maneira integrada, dando aos gestores de negócio uma importante ferramenta para controle de suas operações e seus planejamentos.

 

O investimento nesse tipo de sistema, comprovadamente gera grandes retornos a curto, médio e longo prazo, porém é muito importante que sua empresa saiba conduzir corretamente o processo de escolha deste tipo de sistema. Entre os passos a serem seguidos está a análise e o mapeamento dos principais processos da empresa, pois vão trazer dois benefícios principais: Auxiliar a identificar falhas no processo e permitir que estas sejam corrigidas, além de gerar um mapa que oriente a aderência do sistema escolhido aos processos que foram mapeados.

 

Um importante passo na definição, principalmente, do “tamanho” do ERP a ser escolhido é o alinhamento estratégico, ter bem claras e definidas as ações estratégicas de sua empresa e a previsão de crescimento da mesma em curto, médio e longo prazo. Se a empresa tem estratégias agressivas de crescimento, deverá ter isso em mente ao escolher um sistema que possa suportar esse crescimento e não exija grandes investimentos futuros para uma readequação.

 

Após definidos os processos e a estratégia de da empresa, chegamos à fase de qualificação de fornecedores. O mercado oferece uma extensa gama de soluções para todos os tamanhos, gostos e bolsos. Procurar referências de mercado, empresas conceituadas e, até mesmo orientação e outros players do seu segmento de atuação podem auxiliar nesta fase. Outro ponto importante para se levar em conta é que muitas dessas empresas já desenvolveram soluções verticalizadas, aderentes aos processos de empresas de diversos segmentos, o que pode facilitar em uma implantação.

 

Depois de escolhido o sistema a ser implantado, vem a fase de planejamento da implantação do mesmo. Nesta fase, é de suma importância escolher um bom parceiro para conduzir esta implantação, que deve ser escolhido com os mesmos critérios da fase anterior, procurando sempre buscar referências, visitar clientes e cases de sucesso nos projetos conduzidos por esse parceiro.

 

Muitas empresas vêm equivocadamente colocando o preço como critério qualificador final em suas propostas e, a velha máxima do “barato que sai caro” aparece na mesma freqüência. Temos acompanhado diversos casos de insucesso e implantações de ERP, onde o cliente acaba tendo grandes prejuízos por ter optado por um fornecedor mais barato que não garantiu a entrega do projeto no prazo estipulado.

 

Institucionalização do novo sistema e treinamentos: durante o processo de implantação do novo sistema, é prioritário que todas as áreas afetadas estejam envolvidas e, se possível, que todos os atores responsáveis por essas áreas estejam cientes dos impactos e mudanças que o novo sistema trará. Um bom programa de treinamento no novo sistema deverá ser conduzido para evitar quedas na produtividade de seu pessoal.

 

Os passos acima podem, certamente, auxiliar a sua empresa a conduzir corretamente o processo de escolha e implantação de um ERP. Uma empresa de consultoria também pode auxiliar a sua empresa nesta tarefa ou em alguns dos passos acima.

 

Guilherme Schneider é diretor da InQ.