O jogo é do cliente

0
7
Aproveitar a Copa do Mundo para estreitar laços com os clientes pode ser uma boa oportunidade para as empresas. As pessoas entram no clima de expectativa e festa, encontram-se mais abertas para ouvir propostas e participar de ações, principalmente se forem aquelas que ofereçam prêmios relacionados ao Mundial. Entretanto, mais do que pensar no quanto o negócio pode prosperar com tais estratégias, é importante, em primeiro lugar, pensar no cliente. Afinal, sem ele, qualquer investimento será em vão.
Para Leonardo Cotsifis, diretor de vendas e operações da Catho Empresas, o consumidor deve ser uma preocupação constante, independente da época do ano. “Para nós, a Copa é mais uma oportunidade de estreitarmos o relacionamento com nossos clientes demonstrando-lhes o quanto eles significam para nós”, afirma ele. Ainda assim, o evento esportivo traz benefícios às empresas por possuir certas características únicas e, segundo o diretor, essas não devem ser deixadas de lado no momento em que as estratégias forem montadas. “Qualquer iniciativa que vise estreitar relacionamento deve levar isso em consideração para ser mais eficaz. Um bom exemplo disso são as campanhas que levam clientes aos jogos da Copa”.
Dessa forma, há um leque grande de oportunidades em que as empresas podem apostar, tudo irá depender do objetivo que elas queiram atingir. “Todo tipo de ação, se for bem estruturada, é válida”, explica Cotsifis. Porém, focar somente na ação e não preocupar-se com o cliente é uma falta grave e que pode colocar a perder o relacionamento com ele, além do objetivo não ser alcançado. “A melhor forma de evitar esse erro é colocar o cliente no centro de todas as estratégias da empresa”.
Ou seja, a Copa pode ser o momento certo para criar estratégias criativas e que ressaltem ao cliente o quanto ele é importante à empresa. “Por outro lado, para os clientes, trata-se de um momento especial que é proporcionado por uma empresa que os reconhece de uma maneira especial”, diz o executivo. A hora é de aproveitar que o Mundial trará lembranças aos torcedores e fazer das ações algo memorável também. “O melhor retorno é saber que conseguimos criar uma experiência única e interessante para eles”.