O lado virtual do Natal

0
5




É no final de semana que vem. E as expectativas de compras, como todo ano, são boas. Pesquisa divulgada pela Deloitte, realizada com 1.068 consumidores, revela que 67% dos entrevistados pretendem gastar mais – ou no mínimo o mesmo – nas compras de Natal, comparando-se com 2010. Ela conclui que o consumidor brasileiro está otimista quanto às compras natalinas.



A mesma pesquisa identifica que 21% dos consumidores pretendem comprar pela internet. A expectativa é de que o setor fature cerca de R$ 2,6 bilhões, como mostram os dados da e-bit. De acordo com a associação, apesar dos fatores negativos – greve dos correios, crise econômica internacional, queda no poder de compra – as lojas virtuais se prepararam com infraestrutura para atender a potencial demanda, dando confiança ao consumidor.  Segundo a e-bit, comparado a 2010, o número de pedidos será 25% maior e o tíquete médio deve ficar em torno de R$ 350.



Para alguns especialistas, a oportunidade é propícia também para gerar confiança e apostar na fidelização do cliente. Quando o serviço não falha nestas datas, o consumidor tem a certeza de que a marca ou o estabelecimento serão sempre comprometidos com ele. 



Lei mais sobre as expectativas para o Natal de 2011 em nosso material jornalístico, que inclui entrevistas exclusivas: 




Bom funcionamento do e-commerce na data é boa oportunidade para empresas virtuais




Número de pedidos deve ser 25% maior do que 2010, porém há desaceleração na atividade




Otimismo se deve a boa condição financeira da população nacional




Pesquisa aponta que consumidores devem comprar presentes mais caros neste ano




Roupas e calçados serão os principais presentes deste ano




Estratégias direcionadas e e-mail marketing podem ajudar a melhorar ainda mais as vendas