O peso das compras do mês

0
4

Os paulistanos estão insatisfeitos com os preços elevados. Em pesquisa realizada pela Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento, observou-se que os alimentos ainda são os grandes vilões no bolso do consumidor. Por isso, 59% dos paulistanos já tiraram algum produto do seu carrinho de compras. Apesar de nos últimos meses o tomate (19%) e o feijão (12%) aparecerem como os alimentos que estiveram mais em alta na opinião desses entrevistados, outros produtos também são vilões da cesta de compras destes consumidores.

Os novos vilões das compras
Para quem faz as compras do mês, os alimentos que mais pesaram no bolso, em junho, foram a carne (18%) e a batata (9%). “O consumidor não deixou de comer carne (ave ou bovino), mas as porções na mesa reduziram de tamanho e deram margem à criatividade do brasileiro para inventar novos pratos utilizando outros alimentos para um maior rendimento”, explica Ligia Mello, sócia da Hibou e coordenadora da pesquisa. Leite e derivados aparecem pela primeira vez em comparação com outras análises anteriores da Hibou, e, pesam mais no bolso para 5% dos entrevistados.
“Pela mudança climática e aumento das patologias de inverno, apareceu também em nossa pesquisa a percepção do aumento dos medicamentos por 8% da população e das roupas para 19% dos pesquisados devido à mudança de estação onde os preços estão bem acima dos praticados no inverno passado.” Complementa Ligia.
O consumidor já enxerga claramente o aumento dos preços no seu cotidiano e sempre que possível busca alternativas para minimizar o impacto dos aumentos. “No caso das roupas e sapatos, a busca por produtos de confecções menores, peças artesanais como tricô e a ´recauchutagem´ nos sapatos antigos foram as alternativas citadas para uma economia nesse setor”, finaliza Lígia Mello.