O presente do papai

0
2
Os pais de 67% dos entrevistados pela pesquisa Consumo & Dia dos Pais, serão presenteados pelos filhos, sendo que 88% deles pretendem celebrar a data em companhia dos pais, segundo eCGlobal Solutions em parceria com a Officina Sophia Retail. A pesquisa revela, ainda, que embora 33% dos pais aspirem ganhar produtos eletroeletrônicos, apenas 11% dos filhos comprarão o item. No ranking de intenção de compra, os filhos revelam que 32% dos pais ganharão roupas de passeio e 10% perfumes. Sapatos, acessórios do time e livros ocupam, respectivamente, 6%, 5% e 3% da intenção de compra. A pesquisa nacional contou com 2.922 entrevistas, homens e mulheres com idades entre 18 e 60 anos, das classes A, B, C e D.
Segundo Valéria Rodrigues, presidente da Officina Sophia Retail, o shopping center é o canal de compra preferido por 58% dos entrevistados, enquanto a internet é o canal preferido por 15%. “O levantamento revela que a opção por comprar o presente do Dia dos Pais pela internet é apontada por 39% dos entrevistados pela comodidade, 31% pelos preços mais baixos e 26% pela facilidade em pesquisar preços e produtos”, detalha a executiva. “Ao longo dos anos percebemos o crescimento do e-commerce de forma consistente entregando comodidade e preço”, afirma.
Quanto ao valor médio do presente, os homens serão mais generosos: 21% pretendem gastar acima de R$ 200 e 13% entre R$ 150 e R$ 200. Entre as mulheres, apenas 9% afirmaram intenção de gastar mais do que R$ 200; e também 9% irão gastar entre R$ 150 e R$ 200.  A maioria, 37%, irá gastar entre R$ 50 e R$ 100. No total dos entrevistados, considerando homens e mulheres, 32% devem gastar entre R$ 50 e R$ 100. Os filhos que optarem pelo tradicional trio “meia/cueca/gravata” correm risco de não acertarem no presente. Meia, cueca e gravata são presentes não desejados por cerca de um terço dos pais entrevistados. “Para os filhos que usam a data somente para abastecer as gavetas dos pais com estes itens básicos do vestuário fica a sugestão de buscar novas alternativas como roupas e perfumes caso não tenham intenção de gastar em eletroeletrônicos e celulares”, recomenda Valéria.
Entre as mulheres entrevistadas, 22% afirmaram ter mais dificuldade em comprar presentes para os pais, enquanto para 29% dos homens a dificuldade recai na compra do presente no Dia das Mães, destaca Mel Oliveira, gerente de marketing da eCGlobal Solutions. “Mesmo tendo maior dificuldade em comprar o presente dos pais, 80% das mulheres entrevistadas pretendem fazer uma surpresa contra 69% dos homens. No total de entrevistados, 26% comprarão exatamente o que o pai pediu”, afirma a executiva, acrescentando que quanto maior a classe social, menor o fator surpresa – 54% dos filhos da classe A farão surpresa contra 80% das classes C e D.