O que falta para inovação?

0
10
Os CIOs que tentam transformar digitalmente suas empresas apontam a complexidade, custo, cultura, habilidades e segurança como os principais obstáculos para alcançar seus objetivos. Mas apesar das frustrações enfrentadas nos últimos 12 meses, os gestores de TIC estão mais determinados do que nunca. Essa é uma das descobertas da CIO Survey 2017, pesquisa global realizada pela Logicalis, que entrevistou 890 CIOs, em 23 países.
Ainda assim, o estudo descobriu que o otimismo acerca do progresso da transformação digital diminuiu frente ao ano passado. De modo geral, os executivos relatam pouco progresso em relação ao tema. Apenas 5% classificam sua organização como “inovadora digital” (menos do que os 6% do ano passado). Além disso, poucos veem suas empresas como early adopters (19% em comparação aos 22% em 2016).
As barreiras para a digitalização são diversas. No topo da lista, a cultura organizacional é citada como principal problema por 56% dos executivos. Na sequência, 50% apontam custo e 44% dos CIOs citam tecnologias legadas complexas como os obstáculos mais relevantes. Além disso, 34% citam a falta de capacidade e 32% mencionam questões de segurança.
Longe de desanimar, no entanto, os executivos planejam superar as barreiras existentes para a transformação digital. A pesquisa revela que 51% planeja substituir e/ou adaptar infraestruturas existentes e 51% planeja tentar uma mudança cultural. O estudo também aponta que 38% pretende lidar com a falta de capacitação, aumentando treinamento e desenvolvimento e 31% espera poder investir em mais capacidades de segurança.