O que mais preocupa os brasileiros?

0
11
Os serviços de saúde lideram na lista de preocupações da população brasileira. Apesar de a porcentagem do PIB investida em saúde estar na mesma faixa da maioria dos países pesquisados (perto de 10%), no Brasil, 55% da população citou esse tema como sua maior preocupação, muito acima da média global, que foi de 17%, como aponta o estudo global “Desafios das Nações”, elaborado pela GfK Verein a partir de entrevistas feitas em 17 países. O tema que ficou no topo do ranking global foi o desemprego, tópico respondido por 30% dos 19.767 entrevistados em todo o mundo. Enquanto no Brasil, apenas 4% se mostraram preocupados com esse assunto. 
O medo da violência está em segundo lugar para os brasileiros, com 32% contra uma média global de 12%. Dividindo a 2ª posição com violência/crime está a política educacional, com 32% das pessoas se revelando preocupadas com o assunto – na média global esse número cai para 13%.  Eles estão preocupados ainda com a política e o governo: taxa de 15%. Os protestos em massa que aconteceram em junho do ano passado e as denúncias de corrupção foram citados por 13% dos entrevistados no país. 
A evolução dos preços e o poder aquisitivo aparecem em sexto lugar: 12% dos brasileiros ouvidos citaram esse tópico. Neste aspecto, os entrevistados estão, sobretudo, preocupados com a baixa remuneração em setores públicos, como médicos e professores.
Em 2014, o estudo “Desafio das Nações” passou a abranger 17 países, incluindo seis novas localidades. A pesquisa passou a avaliar, pela primeira vez, Turquia e Suíça. O continente africano também passou a ser representado pela África do Sul e Nigéria, enquanto Américas do Norte e Sul estão representadas pelos EUA e Brasil, respectivamente. Foram ouvidas, ao todo, 19.767 pessoas e as respostas representam as preocupações de mais de um bilhão de pessoas.