O uso do celular como carteira

0
2



Os jovens consumidores têm forte interesse em usar os telefones móveis como carteira. Essa descoberta foi revelada como parte de um estudo de mercado de jovens que explorou o apelo de um serviço de carteira móvel. O estudo, conduzido pela Alcatel-Lucent em um período de duas semanas, contou com membros de seu Youth Lab (Laboratório da Juventude) e indicou que 81% das pessoas mostraram forte interesse no serviço e 89% desejam pagar uma taxa mensal para tê-lo.

 

Dentre os 226 membros do Youth Lab de 10 países diferentes (incluindo Espanha, Brasil, França, Estados Unidos, Reino Unido, China, México, Alemanha, Itália e Japão), a maioria já usa os telefones móveis para micro-pagamentos como toques de telefone. O mais notável nos resultados da pesquisa foi o apelo de cenários de aplicativos e a capacidade desses aplicativos de economizar tempo. A opção “Compre uma entrada de cinema sem precisar aguardar na fila” foi o mais apelativo. Já 75% dos respondentes estavam interessados em “cupons baseados em locação” e “cupons baseados em perfil”.

 

Os três aplicativos mais desejáveis, com mais de 85% de interesse, foram saldo da carteira e verificação da transação em tempo real; pagamento de transporte público com telefone móvel e recebimento de bilhete eletrônico. Para esta pesquisa, a carteira móvel foi descrita como um serviço que faz com que o usuário não mais precise carregar todos os cartões em sua carteira, podendo realizar serviços via celular.