Operadoras priorizarão serviço de dados

0
2

Para manter a rentabilidade do setor de telefonia celular em níveis confortáveis, após um esforço bem sucedido nos últimos quatro anos, a expectativa é de que as operadoras de telefonia móvel priorizem cada vez mais o fornecimento de serviços de dados e de valor adicionado em seus modelos de negócios. De acordo com levantamento feito pela Tendências Consultoria Integrada, essa estratégia deverá contrabalançar o processo de “commoditização” pelo qual o serviço de voz passa atualmente, caracterizado pela redução de rentabilidade da atividade. “Vários competidores oferecem um produto relativamente homogêneo, de baixo custo marginal, o que leva a uma tendência expressiva de redução de preço do serviço”, explica a economista Camila Saito, da Tendências Consultoria.
O mercado de telefonia tem sido impulsionado pelo aumento da renda familiar, além da competição entre as operadoras móveis, por meio de uma série de novas aplicações da telefonia móvel. Entre elas estão os serviços de banda larga, captura de transações com cartões de débito e crédito, ou rastreamento de automóveis. Outro fato, ainda mais importante, é a prática cada vez mais comum de os usuários acumularem chips de várias operadoras, visando realizar o máximo possível de ligações de uma mesma rede. Como reflexo, o preço efetivo do minuto das chamadas móveis tem caído significativamente: 43% de redução entre o primeiro trimestre de 2009 e o mesmo período deste ano. 
O aumento da receita com serviços de dados e valor adicionado (SVA), no entanto, tem se mostrado uma estratégia eficiente para contrabalançar os efeitos negativos da redução de preços na rentabilidade das operadoras. Considerando as quatro maiores operadoras móveis do país, a média da margem de lucro operacional foi de 29% em 2010 sobre 26% em 2009, mantendo uma consistente elevação após os resultados inferiores dos anos anteriores. Esse crescimento sustentado deve-se, principalmente, ao forte crescimento da receita de dados, alavancado pelo serviço de banda larga via 3G.