Parcerias: por que tê-las?

0
1

“Ninguém é uma Ilha”, célebre livro de Johannes Mario Simmel, deu origem à máxima mais comum dos últimos tempos no mundo dos negócios: parcerias, alianças estratégicas e fusões. Esse movimento gera concorrência, que gera qualidade, que reduz custos, que corta gorduras, que cria músculos, que agrega valor, que origina ganhos de escala, fator este importante para a competitividade global.

Toda empresa depende do cliente, que depende do fornecedor, que depende de outros fornecedores, que dependem de seus colaboradores. E assim nasce um network, permitindo o crescimento sustentado de cada parte, focada em seu próprio negócio.

No Brasil, as fusões aumentaram de 186, em 1990, quando tiveram início, para 561, em 2001. Esse processo toma conta do cenário econômico nacional, que recentemente presenciou meganegócios envolvendo empresas brasileiras como a cervejaria canadense Molson que comprou a Kaiser, a Colgate que comprou Kolynos, a Brahma que comprou a Antártica, isto, sem se falar do segmento bancário e tantas outras fusões de igual importância.

O que estamos vivenciando é fruto da globalização, ora estruturada, ora desordenada, que, se por um lado gera concorrência, por outro traz também monopólios, focos de mira e ponto irrefutável dos antitrustes. Alinhada com esta visão, a Associl nestes últimos dois anos passou a ter movimentos estratégicos, que com estas ações criou diferenciais para os parceiros e clientes, ao mesmo tempo em que consegue fidelizá-los somando esforços e visando o desenvolvimento comum.

As alianças estratégicas firmadas pela Associl em sistema de cross selling com a Interclínicas, Policlin, ABO-SP, Associação Atlética USP-Odontologia, Associação Comercial de São Paulo, ANEFAC e Cestaticket, esta última culminando com o Prêmio Top de Marketing ADVB 2001, são de vital importância para toda a cadeia de seu business. As empresas parceiras ou clientes que disponibilizam qualidade de vida a seus funcionários e familiares, através do benefício saúde bucal, recebem em troca satisfação e produtividade.

Ao longo de 30 anos, a partir de nossa vocação, solidificamos a marca reconhecida por clientes, cirurgiões dentistas, fornecedores e a comunidade como um todo.

Carlos Roberto Squillaci é presidente do SINOG – Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo
e-mail: [email protected]