Pequenas e médias vão investir forte em TI

0
6


Com mais de meio milhão de empresas de pequeno e médio porte na América Latina (companhias de 10 a 499 funcionários), a IDC espera que o segmento de SMB vá investir mais de US$ 10 bilhões em TI em 2006. Este é um aporte considerável do total de gastos de TI na região, o que representa uma boa oportunidade para os provedores expandir a presença em um mercado tão promissor. Para 2009 a IDC espera que o budget de TI chegue a 14 bilhões de dólares.

Análise da IDC mostra que mais da metade das 1.900 empresas entrevistadas vão aumentar o budget de TI em 2006 quando comparado a 2005. Este resultado é mais otimista quando analisado com base no mesmo estudo feito em setembro de 2005. Ainda em recuperação da crise econômica que afetou a Argentina alguns anos atrás, o país é o que apresenta maior crescimento de investimento no segmento SMB, seguido pelo Brasil. “Será um excelente ano para o SMB na região do Mercosul”, avalia o analista sênior da IDC para a América Latina, Emerson Gibin.

O mercado de pequenas e médias empresas na América Latina está comprando mais soluções integradas e menos produtos ou serviços separados a cada ano. “O mercado de SMB, de forma natural, está mais atrasado em relação às empresas de grande porte que precisam de soluções muito mais complexas e, por isso, essas empresas grandes normalmente têm um orçamento maior para investir em consultoria, serviços integrados e soluções de TI”, diz o analista.

Mais da metade dos investimentos de TI de SMB na América Latina continua ocorrendo em produtos e serviços comprados separadamente. No entanto, houve uma diminuição importante em relação à mesma pesquisa realizada em 2005. O que se tem visto muito é TI sendo comprada com a ajuda de uma consultoria e também uma proporção considerável de SMBs comprando soluções de processos de negócios, consistindo em hardware e/ou software, integrado a serviços de TI ou de consultoria de negócios.

O questionamento sobre as prioridades de investimentos para 2006 mostrou que as soluções de segurança estão em primeiro lugar, seguidas das soluções de ERP. Comparando às empresas de grande porte na América Latina, o mercado de SMB está atrasado na implementação da maioria das soluções avançadas como CRM, BI, Supply Chain ou Business Continuity.

Entretanto, pode-se ver uma rápida evolução e a IDC espera que o crescimento para o SMB seja maior que o das grandes empresas, o que significa que os fornecedores devem estar preparados para prover soluções específicas e customizadas para o mercado de SMB. Este já é um fato para a maioria dos fornecedores que já compreenderam que o mercado ainda pouco explorado das pequenas e médias empresas pode ser uma excelente oportunidade durante os próximos anos.