Perfil do inadimplente em 2005

0
1


Balanço de 2005 da pesquisa Perfil do Inadimplente constatou que o descontrole financeiro é a principal razão da inadimplência nas compras com cheques. Realizado pela Telecheque, empresa especializada na concessão de crédito no varejo, o estudo ouviu mais de 5.000 consumidores ao longo do ano e 55% afirmaram que tiveram os cheques devolvidos por causa do descontrole das dívidas.

“O ano de 2005 foi marcado pela mudança de comportamento do consumidor com relação ao pagamento das compras. Pagamentos que antes eram feitos em no máximo três vezes, hoje chegam a dez, doze parcelas, ou seja, os prazos praticados no varejo estão bem mais longos. Sem dúvida, este fator tem contribuído para o endividamento do consumidor e dificultado o controle financeiro, e a principal consequência é o aumento da inadimplência”, afirma José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque.

Ainda de acordo com o levantamento, no geral, o empréstimo de cheques para terceiros, o chamado ´empréstimo do nome´, despontou como a segunda causa da inadimplência, com 26% das respostas, seguido do atraso salarial (23%). Na quarta posição, o desemprego também foi citado como o motivo que levou os nomes dos consumidores aos cadastros de restrição de crédito, e correspondeu a 15% das respostas.

A grande parte das compras que geraram inadimplência foram feitas com pagamentos à vista (51%), como também em duas (20%) e três parcelas (15%). Os valores ficaram na faixa entre R$ 50 e R$ 200, que respondeu por 53% das emissões de cheques dos inadimplentes. Os segmentos mais afetados pela inadimplência foram os postos de gasolina (19%), supermercados (16%), as lojas de confecções (14%) e as de calçados (9%).

Os mais inadimplentes no ano de 2005 foram os homens (51%), ao contrário do que ocorreu no ano de 2004, quando o sexo feminino superou o masculino no quesito inadimplência. Em 2005, a maioria dos consumidores inadimplentes são casados (47%), tem idade entre 21 e 40 anos (67%) e Ensino Médio Completo (39%).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTMS promove ação social no Natal
Próximo artigoCPM cresce 48% em 2005