Pesquisa analisa telefonia móvel no RJ

0
0


O mercado carioca de telefonia móvel ganha uma pesquisa inédita que traça o cenário das movimentações do market share das operadoras e as tendências de troca nos próximos anos. O estudo foi realizado pela Direkt e tem como objetivo ser uma ferramenta de apoio às ações estratégicas de marketing das operadoras de telefonia móvel para conquistar, reter e fidelizar os clientes. Durante o mês de fevereiro de 2006, a empresa entrevistou 1.001 pessoas na cidade do Rio de Janeiro, usuários e não usuários de telefonia celular de diferentes classes (ABCD), entre 16 e 65 anos, considerando o período de trocas de operadoras e planos desde fevereiro de 2005.

Avaliando os grupos “pós-pago, pré-pago e não possui celular”, a pesquisa destaca pontos muito importantes para o segmento de telefonia móvel no Rio de Janeiro. Ressalta que clientes de telefonia celular utilizam este serviço, em média, há 5,2 anos e se mantêm na mesma operadora por 3,6 anos. Isto demonstra um alto índice de fidelidade por operadora. Dos clientes que trocam habitualmente, menos de 20% trocou mais de uma vez nos últimos 12 meses. As promoções são as principais motivadoras para o cliente migrar de operadora, e representam 18,8% dos casos. A TIM é a maior beneficiada pelas trocas de operadoras que os clientes realizaram no último ano, conquistando 21% dos “churners” da Vivo.

No universo pesquisado, a Vivo detém 37,1% do market share e a Claro está em segundo lugar com 27,2%. Identificou-se ainda que nos próximos 12 meses, 9,6% dos entrevistados pretendem mudar de operadora e 7,6% não sabem se trocarão. Dentre os que pretendem trocar de operadora, 22% pretendem trocar para a Claro. Por outro lado, 23% dos entrevistados não sabem ainda qual operadora irão escolher no momento da troca, prevalecendo aí aquela que oferecer melhores promoções no momento da decisão do cliente.

Aparelhos de celular – Motorola e Nokia são líderes entre os respondentes da pesquisa. A Motorola aparece com 34%, seguida pela Nokia com 26%, Samsung 14% e LG 10%. As marcas Motorola e LG são as com maior índice de fidelização entre os clientes (73% e 71%, respectivamente). Analisando a dinâmica competitiva entre os fabricantes de aparelho na cidade do Rio de Janeiro, percebe-se uma vantagem relativa da Motorola frente a todos os competidores.

Por exemplo, na comparação entre Motorola e Samsung, a Motorola conquistou, no período analisado, 13,4% da base de clientes da Samsung, e perdeu 5,1% de sua base de clientes para este competidor. Por outro lado, este aparente alto índice de ganho não significa mais de 10 mil clientes de vantagem na briga direta Motorola e Samsung.

Em uma projeção de mercado para os próximos cinco anos, se as condições e a dinâmica do mercado do Rio de Janeiro do período analisado se mantiverem, a Motorola deverá se manter na faixa dos 35% de market share. Quem apresentará o maior ganho será a LG, conquistando a 3ª posição com uma participação de mercado na ordem de 16%.