Plataforma para abertura de e-commerce

0
10
O Jet e-commerce, o Buscapé e a FecomércioSP fecharam parceria e criaram o Meu Comércio Online, cujo objetivo é de poder levar às empresas uma solução para a abertura de lojas virtuais. A plataforma viabiliza a abertura de comércios on-line com planos e benefícios que incentivam a inserção dos empresários no setor de e-commerce. Voltado para as micro, pequenas e médias empresas, o projeto é composto por módulos que incluem controle de produtos, serviços de gestão da loja virtual e ferramentas de marketing. 
Meu comércio Online será comercializado pela Jet e-Commerce e será integrado a outros serviços que o Buscapé oferece, como o de comparação de preços e o pagamento digital Bcash com análise de risco e certificação E-bit. Entre as vantagens oferecidas pela parceria estão: personalização do layout para a melhor usabilidade e identidade da marca; gestão de produtos, pedidos, banners, campanhas e promoções; otimização da plataforma para SEO; quantidade ilimitada de produtos disponíveis; e maior quantidade de exposição de imagens dos produtos. Além disso, são atrativos a segurança, a alta disponibilidade e a escalabilidade para que a empresa esteja presente e possa crescer na internet, apoio na operação, manual técnico, biblioteca de vídeos e help desk.
 
A solução permite, ainda, que as lojas aceitem os principais cartões de crédito, boleto bancário, saldo virtual e transferências on-line, sendo que 80% dos pedidos são liberados em tempo real, facilitando a entrada de dinheiro no caixa da loja. Para o consumidor, as vendas podem ser parceladas em até 24 vezes e, em até 14 dias, já o comerciante recebe o valor à vista.
 
“Geralmente, os comerciantes interessados em investir no e-commerce encontram soluções que devem ser contratadas de forma isolada – com fornecedores distintos -, acarretando em altos custos. A parceria para a oferta do Meu Comércio Online leva ao comerciante uma solução completa e competitiva para que os varejistas ofereçam seus produtos com facilidade para mais de 51 milhões de e-consumidores brasileiros”, afirma Pedro Guasti, presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da FecomercioSP.