PMEs investem em outsourcing de TI

0
3



A terceirização de serviços e de infra-estrutura de Tecnologia da Informação (TI) é uma questão prática, importante, e também tem sido empregada na rotina das pequenas e médias empresas. Essa é a avaliação de Miguel Ruiz, diretor da MR Consultoria. Segundo o executivo, com o objetivo de diminuir as atividades de suporte e focar as operações no negócio principal, pequenos e médios empresários estão transferindo para prestadores especializados os serviços que não fazem parte do seu core-business. “Enquanto isso, os profissionais da empresa focam-se exclusivamente na realização das atividades de desenvolvimento e crescimento do negócio”, analisa.


A terceirização da TI tem sido procurada também pela redução de custos. Essa estratégia, válida para muitos casos, deve levar em conta os possíveis riscos de cada mudança. “Muitas vezes, as empresas não planejam o que devem e como vão terceirizar suas atividades, e o resultado, ao invés de custos mais baixos, é um aumento de gastos para solucionar os problemas que foram criados com a idéia. Para terceirizar com resultados, é necessário pensar antes de tudo em três fatores essenciais: O que terceirizar, como terceirizar e quando terceirizar”, alerta.


Para Ruiz, além de diminuir riscos na formação de uma equipe interna, contratar uma gestão experiente e eficiente de TI garante às PMEs um controle absoluto dos processos para que os investimentos convertam-se em credibilidade, mais eficácia e eficiência. “Antes de tudo, a tecnologia da informação deve agregar valor ao negócio para consolidar uma verdadeira parceria de sustentação e impulsão”, avalia. De acordo com o executivo, uma equipe terceirizada de especialistas pode desenvolver estratégias, operar novas tecnologias e avaliar continuamente o desempenho das práticas e das pessoas, para garantir agilidade ao contratante. “Além disso, deve acompanhar as metas pré-definidas pela organização e otimizar a contribuição da TI para a convergência dos seus objetivos empresariais”, conclui o consultor.


Miguel Ruiz atesta que o gerenciamento dos serviços em TI contribui sobremaneira na ascensão das pequenas e médias empresas, na centralização dos aspectos técnicos e práticos para a implantação das tecnologias disponíveis. O principal objetivo dos serviços terceirizados é preparar as PMEs para a tomada de decisões e na escolha das melhores soluções.