Preferência aos facilitadores de pagamento

0
6
A segurança, com 51,4%, e a facilidade, 41,3%, são os principais motivos que levam o cliente a finalizar a compra on-line através dos facilitadores de pagamento, como mostrou o levantamento feito pelo MercadoPago.com, facilitador de pagamento do MercadoLivre. A pesquisa foi realizada com 1.587 usuários brasileiros MercadoPago.com e aponta que 22% já preferem usar um facilitador de pagamento para concluir o processo de compra de produtos e serviços na web.
Com este índice, os facilitadores de pagamento ficam posicionados como o segundo meio para finalização de compras pela internet mais escolhido, ficando atrás apenas dos cartões de crédito que ainda lideram a preferência de 54% dos respondentes. O boleto, com 16%, surge na terceira colocação.
 A opção de ter o facilitador nos sites em que costumam comprar também foi citada como importante para 39% das pessoas. Além disso, a confiabilidade na marca (23%) e o fato de já terem os dados cadastrados nos sites (20%) são fundamentais na hora de efetuar o pagamento através dos facilitadores. 
“Os facilitadores foram e são responsáveis por uma grande evolução do e-commerce no país. Eles colaboram com a sociedade brasileira reduzindo as barreiras para a compra e venda na web, automatizando e alavancando os negócios para empreendedores de todos os portes e localidades. Para os consumidores é uma garantia adicional de uma operação simples e segura”, afirma Marcelo Coelho, diretor do MercadoPago Brasil.
O levantamento revela ainda que os sites das lojas de departamentos e os marketplaces são os mais procurados pelos usuários do MercadoPago para compras pela internet, sendo utilizados por 70,2% e 64,3%, respectivamente. Esses clientes consideram também o calculador de frete disponível antes do carrinho de compras (77%), a descrição dos produtos detalhada (76%), o preço bem destacado (69%), as opções de pagamento bem visíveis (68%) e a publicação de fotos grandes (57%) como essenciais para uma boa experiência online de compra.
Do total dos entrevistados, 93% acessam a internet todos os dias, especialmente em casa (91%). No entanto, vale ressaltar que parte deles (40%) navegam na web via dispositivos móveis.