Projetos sociais têm apoio corporativo

0
12

Para poder desenvolver todos os seus projetos e atividades, “o Espaço K conta com o apoio de empresas como Banco Safra, Cyrela, Tecnisa, Camesa Têxtil e Zaraplast, entre outras”, explica Sergio Levinzon, diretor do Espaço K. E ainda , para comemorar um ano de atividades, a instituição promoverá, no próximo dia 13 de outubro, o I Prêmio K de Responsabilidade Social, uma homenagem aos melhores projetos sociais, empresas e líderes da comunidade judaica de maior destaque no ano.
“Além de marcar o primeiro aniversário da entidade, o Prêmio K visa incentivar as instituições e despertar na juventude o interesse pela ação social”, afirma Levinzon. Segundo ele, a expectativa é que o prêmio aumente a visibilidade do Espaço K como um todo e em particular sua ação na área de responsabilidade social.
Levinzon também adiante que para o próximo ano, há planos de ampliar a premiação a todos os projetos sociais e filantrópicos e atrair o investimento de novas empresas que estejam interessadas em apostar na capacidade de nossa juventude nas questões humanitárias.
Os projetos do Espaço K na área de responsabilidade social envolvem os jovens que integram a instituição em diversas atividades voluntárias de assistência e cidadania. Uma das atividades é o programa Laços de Amizade”, onde jovens do Espaço K prestam assistência voluntária a pessoas especiais através de encontros, visitas e atividades. A idéia é estimular a troca de experiências e a convivências entre as pessoas especiais e estes jovens.
No projeto “Cesta Básica”, desenvolvido em parceria com o Ten Yad, os jovens levam alimentos, e freqüentemente, uma palavra amiga a casa dos menos favorecidos. Já no projeto “Farmácia”, remédios são coletados em eventos realizados no Espaço K e a UNIBES.
Além dos projetos acima, o Espaço K também promove o projeto Noivas, onde casais recém casados serão ajudados com a doação de bens de primeira necessidade e moradia. Este projeto está em fase de implantação e prevê ação conjunta do empresariado e os jovens na obtenção dos recursos.