Quem são as brasileiras conectadas?

0
1
Qual a relação das mulheres brasileiras com a conectividade e como elas se comportam no mundo digital? De acordo com estudo da Kantar TNS, as brasileiras realizam mais atividades online que off-line: 93% acessam redes sociais e gastam quase 3h por dia nessas plataformas. A segunda programação favorita é assistir a TV, com 84%. O tempo médio gasto na frente do aparelho é de 2,4h/dia. Ver vídeos, ler jornais e revistas digitais e comprar online também estão no topo da lista como atividades preferidas.
As informações foram extraídas do Connected Life, estudo global produzido pela Kantar TNS, que analisa as atitudes e comportamentos de mais de 70 mil usuários de internet em 57 países, sendo 1.022 no Brasil. Para esta matéria, foram entrevistadas 557 mulheres. Os dados apresentados foram coletados em todos os mercados entre os meses de junho e agosto de 2016.
Diferentes tipos de mulheres conectadas
– 36% são funcionais, ou seja, utilizam a internet apenas para o que é necessário. São menos envolvidas com as redes sociais. Elas preferem passar o tempo assistindo TV ou ouvindo rádio.
 
– 32% são líderes. Essas mulheres entendem que a internet é um canal para comunicar suas ideias e influenciar os outros. Estão constantemente conectadas. É difícil alcançá-las por meios tradicionais.
 
– 18% enquadram-se como observadoras. Acreditam que a internet é uma fonte de conteúdo e informação. Elas estão intimamente ligadas ao mundo digital e consideram a internet uma fonte de conhecimento, mas não gostam de redes sociais.
 
– 14% estão no grupo das conectadas. Passam tempo vendo boatos no Facebook. As redes sociais são seu canal principal de informação.