Reengajando os clientes

0
1
O e-mail ainda é a melhor ferramenta, em relação ao seu custo-benefício, para marcas se manterem conectadas a seu público-alvo, porém os profissionais de marketing ainda têm como principais obstáculos maximizar o crescimento da audiência e alcançar a caixa de entrada do público alvo. Louis Bucciarelli, country Manager da Return Path, recomenda atenção à lista de inativos. “Os profissionais de e-mail marketing que não tentam resgatar seus usuários inativos ou param de enviar emails rapidamente para esses usuários, aparentemente estão excluindo assinantes valiosos de seus mailings”. Diante desse cenário, o executivo listou algumas dicas de reengajamento:
 
– Use um template e linha de assunto mais curtos (por exemplo, “sentimos sua falta” ou “foi algo que dissemos?”), que difere de seus emails atuais, para tentar chamar a atenção;
– Ofereça um call to action claro;
– Se os endereços de email não receberam mensagens por um longo período de tempo e o tamanho do mailing for grande, envie campanhas de reengajamento de um IP diferente daquele usado para enviar para assinantes ativos e engajados;
– Crie uma agenda de throttling com base no tamanho total da campanha de reengajamento e envie quantidades menores para monitorar reclamações, unsubscribes e usuários desconhecidos;
– Não envie apenas um email de reengajamento. Teste uma variedade de conteúdo e calls to action diferentes para tentar reengajar assinantes;
– Se fornecer um incentivo, teste as diferentes ofertas. De acordo com a pesquisa Return Path, incentivos “$ de desconto” têm desempenho melhor que “% de desconto”. Faça uma oferta verdadeiramente convincente e difícil de ignorar;
– Experimente o tom e o sentimento que combinam com a sua marca. Teste para determinar se suas campanhas melhorarão com uma abordagem simples e direta, ou um apelo mais emocional;
– Se possível, use quaisquer dados adicionais existentes (além do último engajamento) para personalizar o email e aumentar a chance de reengajamento. Lembre assinantes sobre o valor de receber emails de sua marca;
– Uma vez que a campanha de reengajamento inicial foi testada e disparada, crie uma campanha triggered otimizada que pode ser enviada para os assinantes inativos, quando atingirem o limite de inatividade definido;
– Analise o conteúdo e métricas de sua campanha de reengajamento regularmente para garantir que continuam gerando resultados positivos;
– Solicite feedback. Entender por que esses assinantes pararam de engajar pode ajudar a traçar uma estratégia futura para o programa de email e reduzir a inatividade do assinante;
– Não remova assinantes imediatamente após o envio de uma campanha de reengajamento. Proporcione a oportunidade para os assinantes reengajarem com a sua marca;
– Quando você remove assinantes, seja explícito em comunicar os próximos passos e honrar essas declarações. Deve ficar claro em que momento o email vai parar de ser enviado.
Além disso, a Return Path compilou as melhores práticas para reengajar os usuários inativos e reduzir o risco de queda na entregabilidade. As conclusões estão registradas no ebook “Programa de Email Win-Back: todo mundo recomenda, mas será que funciona mesmo?”.